Alan Costa

Augusto Oliveira/RCortez/Ascom CSA

Futebol Latino
19/09/2019
17:02
Maceió (AL)

O zagueiro Alan Costa parece estar se encontrando novamente na temporada 2019, agora defendendo o CSA, após passar momentos complicados no período que resultou, inclusive, em sua saída do Coritiba.

Conseguindo engatar uma sequência de X jogos como titular na zaga do Azulino, Alan disse em entrevista nessa semana que o aspecto do entrosamento não é algo que o preocupa tanto por entender que, naturalmente, o passar do tempo trará o conhecimento mais detalhado de como jogam seus companheiros.

- O entrosamento vai tendo a partir de quando você vai jogando, à medida que vai se conhecendo. Nossa equipe vem trabalhando muito no dia a dia. O Argel optou por nós dois e a gente vem jogando, claro que tem o Ronaldo e o Lucas também. Então, a gente sabe que o entrosamento vem no dia a dia, nos treinos, e nos jogos a gente vem aprimorando isso. Isso vai dando confiança, entrosamento, para a gente continuar seguindo. Se não me engano, desde que Argel assumiu o time e eu cheguei, a nossa zaga era mais vazada. Agora, pelos números que a gente tem acompanhado, hoje é a sétima menos vazada - alertou.

O atleta de 28 anos de idade mencionou também a importância de saber que, sob o comando de Argel Fucks, a questão do merecimento via desempenhos é levada bastante em conta para a manutenção no time titular:

- Desde quando cheguei, o Argel me trouxe, e eu tô tendo essa sequência de titular e, como ele fala, é a sua performance que vai fazer você permanecer e, nesses jogos, estou tendo essa sequência e se estou como titular é porque minha performance também vem sendo boa. Então, é continuar trabalhado forte para iniciar o segundo turno. Sabemos que é um confronto direto, um clube (Ceará) que está seis pontos na nossa frente e, ganhando deles, sabemos que isso vai diminuir e vamos trazer eles para a briga.

Na próxima rodada do Brasileirão, o CSA recebe no estádio Rei Pelé o Ceará marcando o início do returno da competição. E Alan entende que o resultado do início da competição (4 a 0 para os cearenses na Arena Castelão) não pode ser critério de comparação por várias mudanças que aconteceram no clube do Mutange:

- A equipe que estreou foi uma, a equipe que vai jogar contra o Ceará no segundo turno é outra, o treinador é outro, os jogadores são outros, o condicionamento físico é outro. Acho que a torcida está bem tranquila quanto a isso, o quanto que a gente vem demonstrando nos jogos. Alguns resultados não tinham sido positivos, agora estão melhorando e há a possibilidade de a gente sair da zona do rebaixamento. Acho que é a primeira vez que temos condições de sair, com uma combinação de resultados. Então, temos que aproveitar essa oportunidade porque dá tranquilidade.