Ronaldo e Gaules

Ronaldo, ao lado de Gaules,  tem usado seu prestígio para atrair  novos parceiros para o clube celeste-(Foto: Divulgação/Fenomenos Podcast)

Valinor Conteúdo
08/02/2022
19:32
Belo Horizonte

O Cruzeiro tem "se virado" para conseguir novas receitas e cumprir seus compromissos em 2022. A Raposa, segundo Ronaldo, gestor e dono de 90% da SAF do clube mineiro, tem receitas deste ano comprometidas e outras futuras, até 2024, foram antecipadas, o que tornou o caixa do clube vulnerável. 


Em uma live do seu canal em plataforma virtual, Ronaldo disse que as a Raposa pode ter novos parceiros comerciais e que há uma boa procura para se aliar ao Cruzeiro. 

- A gente está negociando novas cotas da camisa, e a gente está bem próximo de fechar uma novidade bem bacana que vamos trazer já, já. Tem muita gente bacana querendo entrar no projeto novo do Cruzeiro. A gente vendo as melhores opções para fechar o melhor projeto, mas está bem legal o interesse pela camisa do Cruzeiro e pelas outras entregas que podemos ter-disse. 

O Cruzeiro precisa reforçar as finanças do clube e tem feito esforços para contar com mais patrocinadores e aumentar o número de associados do programa de sócio-torcedor.

Ronaldo fez um investimento inicial, ao desembolsar mais de R$ 20 milhões para quitar dívidas em processos que estavam na Fifa, gerando a punição do Trasnfer Ban, que impedia o clube de inscrever jogadores. 

Nos próximos dias, o Cruzeiro deve receber  perto de R$ 3 milhões, da venda do zagueiro Fabrício Bruno para o Flamengo. O time azul manteve parte dos direitos do jogador e ainda conta com  mecanismo de solidariedade como clube formador do atleta.