Prestes a completar 100 jogos pelo Cruzeiro, Robinho valoriza classificação às quartas de final na Copa do Brasil

Robinho revelou que recebeu sondagens, mas que o seu foco em 2019 é ser campeão novamente no Cruzeiro- Vinicius Silva/Cruzeiro. E. C.

Valinor Conteúdo
25/12/2018
16:26
Belo Horizonte

O ano de 2018 foi vitorioso para o Cruzeiro, com conquistas do Mineiro, em cima do rival Atlético-MG, e da sexta Copa do Brasil.

Um dos protagonistas da Raposa nesta temporada, o meia Robinho, falou com exclusividade ao LANCE! sobre o seu ano no clube, sondagens que recebeu nas férias e o que o torcedor pode esperar da equipe celeste em 2019.

1. Robinho, primeiro uma avaliação da sua temporada e do Cruzeiro em 2018, com pontos negativos e positivos.

O ano de 2018 foi muito bom. Os pontos positivos sem dúvida foram os títulos que conquistamos, o Mineiro e a Copa do Brasil. Se formos colocar algum ponto negativo, poderíamos ter tido uma classificação melhor no Brasileiro com o a equipe que tínhamos. Não cito a Libertadores porque foi algo diferente, com a expulsão do Dedé e tudo que aconteceu. Mas foi um bom ano.

2. A perda da Libertadores deste ano, da maneira que aconteceu ainda incomoda? O que o grupo conversou sobre a postura dentro e fora de campo para a disputa de 2019?

Nos incomodou muito o que aconteceu na Libertadores. Esperávamos ser campeões, mas não deu. Foi chato a nossa desclassificação, mas não iremos mudar nossa postura. Continuaremos a buscar as vitórias e esperamos que a arbitragem deixe as coisas acontecerem dentro e de campo e que lá sejam resolvidos os jogos, sem interferência.

3. Você sempre foi um jogador de bom humor e amigável com todos. Essa característica é importante nos momentos mais duros de uma temporada?

Eu sempre levei a vida de jogador com muito respeito. Mas, sempre descontraí, brinquei. Temos de ter momentos de seriedade, mas também momentos de tranquilidade e meu jeito de ser ajuda dentro de campo , para transmitir segurança e serenidade aos companheiros.

4. O que o Robinho vislumbra para o ano de 2019 no Cruzeiro?

Em 2019, nosso pensamento é ser campeão, buscar as conquistas. Queremos buscar o título da Libertadores, um desejo do torcedor, e claro, as outras competições

5. Durante as férias recebeu alguma sondagem de outra equipe? Qual sua situação atual no Cruzeiro e está satisfeito no clube?

Houve sim algumas perguntas e sondagens, mas nada concreto, pois meu foco total é no Cruzeiro em 2019.

6. Você acredita que está na hora de uma mudança tática no modo de jogar da equipe para o ano que vem, já que os adversários conhecem bem as armas do time e suas forças e fraquezas?

Olha. Sobre parte tática não posso falar muito, pois quem decide é o Mano. Se ele achar que temos de mudar, vamos mudar. Claro que temos de melhorar, porque é importante melhorar, mas da forma que jogamos, temos conquistados os títulos e creio que não há motivo para mudar. Porém, a decisão é do Mano.

7. Individualmente, o que ainda lhe falta no futebol?

Estou feliz com minha carreira. Mas, claro que quero ganhar mais. Ainda falta ganhar um Brasileiro, uma Libertadores, um Mundial. E a cada ano que passa, vou sempre buscar ser campeão, pois ainda tenho muito o que buscar no futebol e vou atrás desses objetivos. É sempre importante vencer títulos.

8. E como anda a vida fora dos campos? Robinho está de bem com a vida?

As coisas estão muito boas fora de campo. Dentro do campo está fluindo da melhor maneira possível, sendo campeão. E isso ajuda fora de campo. Quando as coisas ficam boas no campo, fora dele, fica equilibrado e a vida caminha bem.

9. O torcedor do Cruzeiro pode esperar uma versão melhorada do Robinho em 2019?

O torcedor do Cruzeiro pode esperar que voltarei com força total para busca novas conquistas, além de muita dedicação. Chegaremos fortes na próxima temporada.