Lautaro Martínez e Henrique - Racing x Cruzeiro

Em 2019, a Raposa estreou contra o Racing e na Libertadores 2019, começa sua caminhada diante de outro argentino, o Huracán- (Foto: Juan Mabromata / AFP)

Valinor Conteúdo
23/12/2018
19:33
Belo Horizonte

Apesar de não ser uma das prioridades do Cruzeiro na temporada 2019, o Campeonato Mineiro pode interferir na agenda da Raposa durante a Libertadores da América.

As partidas contra o Huracán-ARG, no dia9 de abril, terça-feira, e diante do Deportivo Lara-VEN, também uma terça-feira, só que no dia 23 de abril, no Mineirão e na Venezuela, vão coincidir com as fases decisivas do certame regional e o time celeste poderá pedir alteração das datas da competição sul-americana.

No fim de semana que antecede o duelo com os argentinos, será disputado o segundo jogo das semifinais do Mineiro. Já o jogo contra o Deportivo Lara, o que preocupa é a logística. O Cruzeiro deve perder dois dias para chegar à Venezuela e caso a Raposa chegue à final do Mineiro, ela será jogada no dia 21 de abril, domingo, o que seria inviável para um deslocamento sem desgastes da equipe mineira.

Esse cenário, já coloca o Cruzeiro em alerta no se planejamento e com a intenção de pedir alteração desses dois jogos na Libertadores e evitar transtornos para a equipe que podem ser ainda maiores caso a Raposa não vença o Mineiro, ou opte por jogar com equipe reserva, algo improvável se uma possível final for contra o arquirrival Atlético-MG.

A equipe celeste estreia no Mineiro no dia 19 de janeiro, contra o Guarani, de Divinópolis e na Libertadores, no dia 7 de março