Edu - Cruzeiro

O artilheiro da Raposa em 2022 pode não jogar o duelo de ida contra o Remo, pela Copa do Brasil-(Foto: Staff Images)

Valinor Conteúdo
15/04/2022
17:02
Belo Horizonte

O Cruzeiro pode ter o desfalque importante para o jogo de terça-feira, 19 de abril, pela Copa do Brasil, contra o Remo, no Pará. O atacante Edu está com um problema muscular e pode não atuar no duelo diante da equipe paraense, no jogo de ida da terceira fase da competição. 

O médico do clube mineiro,  Sérgio Campolina, explicou que Edu tem  um desconforto muscular , que foi sentido após a partida diante do Brusque, na última terça-feira, no Mineirão, e dificilmente, estará na delegação para Belém. 

- (Edu) foi reavaliado, dentro da estrutura nossa, na Toca da Raposa, onde observou-se uma lesão muscular, na coxa. Foi levado a estudo na ressonância magnética, que comprovou o achado clínico observado nos nossos exames. Ele já iniciou o tratamento-disse o médico. 

Edu é o artilheiro do Cruzeiro na temporada, com 11 gols em 14 jogos e será uma perda importante, caso seja confirmada sua ausência. O clube não deu prazo de recuperação do jogador. 

- O atleta está com poucos sintomas, e, como é de nossa praxe, a gente não divulga o prazo de recuperação, pois, na verdade, a cronologia hoje, é o nosso dado menos importante. A gente faz todo um cuidado de testes de imagem e, baseado nisso, que fazemos a liberação dos jogadores em situações como a dele. O atleta já está em tratamento e vamos tentar recuperá-lo o mais rápido possível.


João Paulo de volta aos treinos

Se Edu pode ficar de fora,  técnico Paulo Pezzolano terá o retorno  meia João Paulo.  O jogador foi preservado, por causa de desgaste muscular, nas duas primeiras rodadas da Série B.


João pode ser opção para Pezzonalo nos duelos da Raposa contra Remo e Tombense. 

- Ele está sendo liberado para o trabalho com o grupo, sem restrições. Vale salientar que ele, na verdade, não teve nenhuma lesão detectada. Ao contrário, dentro da nova metodologia do núcleo, foi observada a possibilidade de uma lesão grave e foi feito um trabalho preventivo, dentro de todos núcleos do grupo, que é performance, a preparação física, fisioterapia e medicina. E hoje, ele está sendo liberado para todas as atividades, sem restrições, com o professor - disse Sérgio Campolina.