Airton deu a vitória à Raposa em um clássico cheio de emoções e muito disputado

Airton quer receber um percentual que teria direito ao ser emprestão ao  Vozão, no ano passado-(Bruno Haddad/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
15/02/2022
18:47
Belo Horizonte

O atacante Airton acertou sua saída do Cruzeiro no início do ano, mas ainda não teve seu vínculo oficialmente desfeito  com a publicação no BID da CBF. Porém,  o jogador nem esperou ficar de fora de vez da Raposa e já acionou o clube na Justiça. 

Airton cobra da Raposa R$ 45.304,74  referente a um percentual que teria direito pelo valor pago pelo Ceará em seu empréstimo à equipe cearense, em 2021. 


Airton ficou com 15% dos direitos econômicos e quando fez o acordo com o Cruzeiro, ficou estipulado, que o jogador teria direito a "eventuais benefícios financeiros oriundos de eventual cessão definitiva ou temporária dos direitos federativos (inscrição) do “ATLETA".


Por esse trecho do contrato, que o jogador entendeu que teria direito a receber 15% do valor pago pelo Ceará ao Cruzeiro pelo empréstimo, de R$ 300 mil na época. Segundo sua defesa de Airton, o Cruzeiro foi notificado no dia 19 de janeiro deste ano, mas ainda não se manifestou de força oficial. 

Airton, que está no Atlético-GO, acionou o clube azul e aguarda a definição do caso, que esta no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). 

O jogador não ficou no  Ceará, que poderia ampliar o vínculo de empréstimo  até 30 de junho deste ano, com os direitos fixados em R$ 3,5 milhões por 75% dos seus direitos econômicos. 


O atacante foi revelado nas categorias de base do Palmeiras, mas nao vingou no Verdão e foi para a   Inter de Limeira, onde fez um bom  Paulista, em 2020, chamando atenção do Cruzeiro, que o contratou até o fim de 2023. Ele teve alguns momentos de sucesso na Raposa, mas não quis seguir no clube, pedindo para ser negociado.