Paulinho - Al Ahli

Paulinho comemora gol em jogo do Al Ahli em sua curta passagem pelo time da Arábia Saudita (Foto: Twitter/Al Ahli)

Alexandre Guariglia e Rafael Franco
15/10/2021
12:43
 São Paulo (SP)

Depois de fracassar na tentativa que fez neste ano para contratar Paulinho, que está sem clube desde setembro, quando rescindiu o seu compromisso com o Al Ahli, da Arábia Saudita, o Corinthians ainda não desistiu da possibilidade de tentar acertar o retorno do volante ao clube para a próxima temporada. A confirmação do interesse mantido no atleta foi feita por Duílio Monteiro Alves, presidente do Alvinegro, em entrevista ao programa Bola da Vez, da ESPN.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira as fotos da nova terceira camisa roxa do Corinthians

Neste ano, o Corinthians tentou contratar Paulinho antes do término da última janela de transferências internacionais, fechada no fim de agosto, mas não teve sucesso. Entretanto, a direção alvinegra tem confiança de que conseguirá viabilizar o negócio até dezembro, sendo que o jogador só poderá atuar pelo time a partir de janeiro, pois o período de inscrições para este Campeonato Brasileiro já foi encerrado.

Ao confirmar o desejo de contar com Paulinho, Duílio destacou que tem uma forte ligação com o atleta, de quem se tornou um amigo durante a primeira passagem do meio-campista pelo time corintiano, que ocorreu de 2010 a 2013.

- É uma vontade minha (contratar o Paulinho). Já não é de hoje, é meu amigo pessoal, é um cara que eu convivi muito lá atrás, né, desde 2009, 2010, 2011 e depois em 2012 nos títulos. Então estive com ele o período todo que ele esteve no Corinthians - afirmou o dirigente, que na época ocupou o cargo de diretor-adjunto de futebol do Timão durante a gestão do ex-presidente Mario Gobbi.

- Saí em 2013. E é um jogador que eu gosto muito, a qualidade... - ressaltou Duílio, que preferiu não prometer a contratação de Paulinho, mas deixou claro que o clube voltará a tentar acertar o retorno do atleta para o próximo ano.

- É um jogador que tem a cara do Corinthians e que, se o Corinthians puder contar com ele, vai ser muito bom. Sem criar expectativas no nosso torcedor, né. A gente vai atrás, a gente tenta. Muitas vezes saem nomes de grandes jogadores. Muitas vezes, o Corinthians foi atrás e tentou. Não tem problema de tentar, né. Eu acho que é nossa obrigação em querer ter o melhor dentro do nosso time pelo tamanho que o Corinthians é - disse Duílio ao Bola da Vez.

PESSOA PRÓXIMA DESEJA VOLTA DE PAULINHO AO CORINTHIANS

No início desta semana, uma fonte muito próxima a Paulinho revelou ao LANCE! o seu desejo de que o jogador volte a defender o Timão em 2022, mas também ponderou que ainda sabe se o atleta continua disposto a vestir novamente a camisa alvinegra. 

- O destino dele só Deus é quem sabe, não é verdade? Mas vamos esperar qual será o desejo dele - disse a fonte ao LANCE!, que anteriormente também apurou que, se a janela de transferência estivesse aberta neste momento, muito provavelmente não haveria a possibilidade de o Corinthians contratar o jogador por conta do aumento da folha salarial e do fluxo de caixa.

Entretanto, como Paulinho só poderá voltar a jogar em janeiro, o Corinthians tem tempo para fazer a engenharia financeira necessária para bancar o salário do atleta, que é considerado alto para os padrões do clube atualmente. Com isso, a direção alvinegra deverá buscar possíveis parceiros de marketing interessados em ajudar a viabilizar a contratação, assim como ocorreu para trazer Willian, ex-Arsenal, em uma parceria com a Socios.com.

IDA PRECIPITADA AO ORIENTE MÉDIO

Para Duílio, a ida de Paulinho para o Al Ahli, no qual ficou apenas dois meses e disputou somente quatro jogos, acabou sendo precipitada por parte do jogador, que antes disso havia deixado o Guangzhou Evergrande, da China.

- Acho que ele fez o que ele entendeu melhor para ele no momento e teve todo o meu apoio também, por que a gente se fala, ele é meu amigo pessoal. E quando tomou a decisão também, eu acho que ele é um profissional, tem a família dele, tem as ideias e vontades dele. Então, acho que faz parte, né, a gente acertar ou não decisões na vida. E acho que isso que foi um erro por parte dele. Não conversei, mas está claro, né. Ele ficou lá muito pouco tempo e retornou ao Brasil - opinou o presidente alvinegro.

Hoje com 33 anos,  Paulinho iniciou a sua primeira passagem pelo Corinthians em 2010 e depois se tornou um dos principais jogadores do time que conquistou o Campeonato Brasileiro de 2011, a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes da Fifa de 2012 e ainda o Campeonato Paulista de 2013, ano em que o volante foi contratado pelo Tottenham.

Sem conseguir fazer sucesso pelo clube inglês, o atleta se transferiu para o Guangzhou Evergrande em 2015 e depois chegou a ser contratado em 2017 pelo Barcelona, no qual atuou apenas por uma temporada antes de retornar ao clube chinês em 2018 e permanecer na equipe até junho deste ano. No mês seguinte, ele foi anunciado como reforço do Al Ahli, mas acabou alegando razões pessoais para rescindir contrato com o clube árabe já em setembro.

Presidente do Corinthians - Bola da Vez
Duílio participa do 'Bola da Vez' (FOTO: Divulgação)

DUÍLIO APONTA ANDRÉS COMO MELHOR PRESIDENTE DO CLUBE

Em sua participação no Bola da Vez, Duílio também falou sobre outros assuntos, como por exemplo as dificuldades recentes que enfrentou como mandatário corintiano. Ao abordar o tema, o dirigente aproveitou para dizer que considera Andrés Sanchez, o seu antecessor no cargo, o maior presidente da história do clube.

- O Andrés é meu grande amigo, é um dos melhores amigos que eu tenho da minha vida toda. Pra mim, foi o melhor presidente que o Corinthians já teve. Isso eu falo com tranquilidade, por tudo que ele já fez. Ele errou também, acertou. Como falei, eu vou errar, já errei. Vou acertar. Todos nós estamos sujeitos a isso. Mas eu entendo ele como melhor presidente, que pegou o Corinthians e que o Corinthians é hoje - afirmou Duílio.

- O Corinthians hoje tem um estádio próprio, um lindo estádio, como você colocou. Luxuoso, inclusive. CT, centro de treinamento profissional, que tem tudo que existe de melhor no mundo no futebol - completou.

Até mesmo a estrutura atual da base corintiana foi exaltada por Duílio. que ainda lembrou os títulos importantes conquistados pelo clube, na década passada, para defender as últimas gestões antes de ele ter assumido a presidência, a partir de janeiro deste ano.

- O centro de treinamento hoje das categorias de base também, com tudo que existe de melhor. Então o Corinthians era um clube que falava-se 'marginal sem número'. Não tinha casa, não tinha passaporte, existia 500 mil zoações. Hoje, o Corinthians é bicampeão do mundo, ganhou a Libertadores, tem seu estádio, tem seu centro de treinamento, tem um faturamento de meio bilhão - enfatizou.

A entrevista com Duílio para esta edição do Bola da Vez marcou o retorno das gravações do programa ao estúdio, após 18 meses sendo produzido de forma remota, por meio de videoconferência, devido à pandemia do novo coronavírus. E esta edição especial também marcou a estreia de um novo cenário para a atração, que neste sábado irá ao ar às 19h10, na ESPN Brasil, e um pouco mais tarde ainda será reprisado às 23h55.