Walmir Cruz e Leandro da Silva - Corinthians

Walmir Cruz e Leandro da Silva entraram na Justiça contra o Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Alexandre Guariglia
19/10/2021
17:10
São Paulo (SP)

O Corinthians ganhou mais uma pendência para resolver na Justiça. Desta vez os autores do processo agiram em conjunto para cobrar valores atrasados do clube. O preparador físico Walmir Cruz, o auxiliar Leandro da Silva e o analista de desempenho Denis Lupp, que fizeram parte da comissão técnica de Fábio Carille, movem ações contra o Timão que, juntas, somam R$ 1,2 milhão. A informação foi divulgada primeiramente pelo Uol e confirmada pelo LANCE!.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja até quando vai o contrato de cada jogador do Corinthians

Tricampeão paulista (2017, 2018 e 2019) e campeão brasileiro (2017) pelo clube, o trio atualmente trabalha com Carille no Santos, mas buscam seus direitos referentes às duas passagens que tiveram no Parque São Jorge: entre janeiro de 2017 e maio de 2018, e entre janeiro de 2019 e novembro de 2019.

As alegações do trio na ação se baseiam em débitos referentes a premiações durante o período em que estiveram no Corinthians, além da falta de recolhimento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e multa pelo atraso no pagamento da rescisão, acrescidos de juros e correção monetária.

Somados os valores referentes a essas pendências, a dívida do Corinthians com o trio é de R$ 1,253 milhão, que é dividida da seguinte forma: R$ 502 mil para Walmir Cruz, R$ 521 mil para Leandro da Silva, e R$ 230 mil para Denis Lupp.