Alexandre Guariglia
31/08/2020
07:00
São Paulo (SP)

O aproveitamento do Corinthians nos cinco primeiros jogos do Brasileirão-2020 não é bom. Com apenas uma vitória e cinco pontos até aqui, o time de Tiago Nunes se encontra na parte de baixo da tabela e com o status de pior campanha em um início de campeonato nacional desde a edição 2012, quando, a essa altura, ocupava a lanterna na classificação, sem ainda ter triunfado. Naquela ocasião, o Alvinegro dividia as atenções com o mata-mata da Liberta.

TABELA
> Confira como está a classificação do Brasileirão


A derrota para o São Paulo, no último domingo, foi a segunda do Timão na competição, a outra, diante do Atlético-MG, aconteceu na segunda rodada, mas que na verdade foi a estreia corintiana nesta edição, já que o duelo da primeira rodada, contra o Atlético-GO, foi adiado por conta da final do Paulistão.

De lá para cá foram, ao todo, cinco jogos, uma vitória (contra o Coritiba), dois empates (contra Grêmio e Fortaleza) e duas derrotas, já citadas acima. São apenas cinco pontos conquistados em 15 possíveis até aqui, ou seja, 33,3% de aproveitamento e dez pontos pelo caminho, levando preocupação ao técnico Tiago Nunes, que vê a necessidade de uma sequência de vitórias em breve.

- Preocupa, porque a gente sabe o que é a responsabilidade de dirigir o Corinthians, atuar pelo Corinthians, temos que buscar sempre pontuar na parte de cima da tabela, é um campeonato de muito perde e ganha, um campeonato muito longo, difícil - analisou antes de completar:

- Quanto antes a gente conseguir consolidar uma sequência boa de vitórias, mais próximo a gente se firma na parte de cima da competição. Ainda temos um jogo a menos do que a maioria das equipes, talvez até dois que algumas, mas temos de crescer em termos de pontuação também para poder melhorar - explicou o treinador em entrevista coletiva.

A preocupação é válida, já que um desempenho pior do que esse, após os cinco primeiros jogos no Brasileirão, só é encontrado na edição de 2012, quando o Corinthians, ainda sem vencer, empatou uma vez e perdeu quatro, sob o comando de Tite, que ainda conquistaria a Copa Libertadores e o Mundial naquele ano. Esse retrospecto de apenas um ponto deixou o time na lanterna, mas após completadas as 38 rodadas, terminou na sexta posição na tabela.

Outro fator interessante de se observar nesse período entre 2020 e 2012 é que nesses cinco primeiros jogos na edição atual do Brasileiro, o Timão sofreu sete gols, pior desempenho defensivo do clube no início desses nove campeonatos. Em 2012 a defesa corintiana havia sido vazada seis vezes, o que mostra que neste ano até mesmo um trunfo alvinegro não tem funcionado direito.

Na próxima quarta-feira, às 19h15, contra o Goiás, no estádio da Serrinha, pela sétima rodada do Brasileirão, o Corinthians vai tentar retomar o caminho das vitórias e começar a engatar a sequência desejada por Tiago Nunes. Só assim o time vai poder passar a olhar para a parte de cima da tabela, caso contrário a preocupação vai ser fugir da incômoda ameaça da zona de rebaixamento.

Confira o retrospecto do Corinthians nos cinco primeiros jogos do Brasileirão desde a edição de 2012:

2020 - 5 jogos, 1 vitória, 2 empates e 2 derrotas (7 GP e 7 GC) - 5 pontos (16º)
2019 - 5 jogos, 2 vitórias, 2 empates e 1 derrota (6 GP e 4 GC) - 8 pontos (8º)
2018 - 5 jogos, 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota (8 GP e 3 GC) - 10 pontos (2º)
2017 - 5 jogos, 4 vitórias, 1 empate e 0 derrota (10 GP e 3 GC) - 13 pontos (1º)
2016 - 5 jogos, 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota (8 GP e 3 GC) - 10 pontos (3º)
2015 - 5 jogos, 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas (3 GP e 5 GC) - 7 pontos (11º)
2014 - 5 jogos, 2 vitórias, 2 empates e 1 derrota (4 GP e 2 GC) - 8 pontos (9º)
2013 - 5 jogos, 1 vitória, 3 empates e 1 derrota (3 GP e 3 GC) - 6 pontos (12º)
2012 - 5 jogos, 0 vitória, 1 empate e 4 derrotas (1 GP e 6 GC) - 1 ponto (20º)

GP: Gols Pró
GC: Gols Contra

Tiago Nunes
Tiago Nunes no último domingo (Foto: Renato Gizzi/Photo Premium)