LANCE!
30/08/2020
15:14
São Paulo (SP)

O Corinthians foi derrotado por 2 a 1, pelo São Paulo, no Morumbi, pela sexta rodada do Brasileirão-2020. Apesar do resultado e do desempenho bem abaixo do esperado, o técnico Tiago Nunes acredita que o time jogou um bom futebol e fez uma partida equilibrada diante do rival. Ele ainda lamentou o gol sofrido no fim e o analisou como uma falha coletiva da defesa alvinegra.

Em entrevista coletiva virtual após o clássico, o comandante corintiano discordou de boa parte da torcida e da crítica, e elogiou a atuação de sua equipe no Morumbi. Para ele, por se tratar de um Majestoso, o desempenho foi consistente e o que faltou para completar o sucesso foi somente o resultado.

- No meu ponto de vista, a gente jogou um bom futebol hoje, em se tratando de um clássico, um jogo difícil, um jogo emocionalmente duro, a gente conseguiu fazer uma boa atuação, equilibrada. A equipe do São Paulo, como não poderia deixar de ser, é diferente, aqui dentro tem predominado, conseguido fazer um bom volume de jogo contra os adversários, a gente equilibrou esse volume na maior parte do tempo, o que faltou realmente foi o resultado. Em outros momentos a gente teve o resultado, mas a atuação talvez não tenha sido a melhor, mas hoje a gente teve uma atuação consistente, em um clássico, faltou um pouco mais de atenção nos últimos detalhes para não sofrer os gols - avaliou o treinador do Alvinegro.

Perguntado se há um problema do lado esquerdo da defesa, já que nas últimas três partidas os gols dos adversários saíram por conta de vacilos por ali, Tiago Nunes afirmou que os tentos anteriores aconteceram em circunstâncias diferentes em comparação com o de Brenner, neste domingo. Segundo o técnico, houve um erro coletivo e não individual na marcação.

- Hoje teve um erro coletivo da defesa, porque a jogada se inicia do lado esquerdo, depois roda para o lado direito, ela retorna para a área onde nós estávamos três para três, aí tivemos a dificuldade para o encaixe de marcação. Um efeito cascata, em que um jogador não pega um cara do São Paulo solto na área, e acaba desdobrando todo o resto. Lógico que a gente tem a preocupação de corrigir jogo a jogo, não penso que foram um padrão, penso que foram circunstâncias que aconteceram e que a gente tem que pensar em corrigir para o próximo jogo de maneira imediata - comentou.

Tiago também falou do impacto de levar um gol no fim do jogo (aconteceu aos 46 minuto do segundo tempo), quando parecia que o empate seria o resultado. No entanto, um detalhe, uma desatenção, definiram a vitória do São Paulo que, para o treinador corintiano, teve menos chances claras na etapa final.

- Tomar um gol no fim do jogo é sempre um momento difícil, porque o jogo estava caminhando para o empate, as duas equipes, mesmo tentando jogar, estavam com mais dificuldade de propor ações ofensivas, até pelo calor. A gente até chegou no segundo tempo com mais condições claras de finalizar do que o próprio São Paulo, mas aí é a questão da atenção, a questão emocional de você conseguir manter o nível de concentração - disse, antes de completar: 

- Trazendo um pouco da experiência do campo, e do vestiário, é um desgaste físico que te leva muitas vezes a essas desatenções, a esses pequenos detalhes, a gente sabe que uma equipe como o Corinthians, quando você tem esse tipo de desatenção, acaba tendo uma proporção muito maior do que a normalidade, e nós temos que rapidamente já sanar isso, mas também sem criar um fantasma, sem criar algo gigantesco, porque sabemos que tivemos coisas boas no jogo hoje também - concluiu Tiago Nunes.

O Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h15, para enfrentar o Goiás, fora de casa, pela sétima rodada do Brasileirão-2020. Com cinco pontos em 15 possíveis no campeonato, o Timão ocupa o 13ª lugar na tabela.

Tiago Nunes - Coletiva Corinthians
Tiago Nunes analisou a derrota (Foto: Reprodução/Corinthians TV)