LANCE!
03/12/2020
00:34
São Paulo (SP)

Embora tenha saído do Castelão com um empate em 0 a 0 com o Fortaleza, o Corinthians comemorou o ponto conquistado diante das circunstâncias que a partida trouxe, como expulsão, arbitragem polêmica e as oscilações do time dentro de campo. Tudo isso foi analisado por Vagner Mancini, que também explicou por que não substituiu Jô, que não mostrava boa atuação.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico do Timão avaliou que a equipe teve altos e baixos no duelo desta quarta-feira, mas que conseguiu se encontrar, principalmente no segundo tempo. Apesar de enxergar uma melhora significativa na defesa, Mancini prevê mais ajustes do meio para frente até encontrar uma formação que se encaixe para o restante da temporada.

- O Corinthians hoje fez um jogo como oscilações, teve bons momentos na partida e teve momentos em que sofreu, o mais importante dentro disso tudo, ao término da partida é que nós somamos um ponto, é o terceiro jogo sem sofrer gols, então a parte defensiva está se ajustando, falta ajustar do meio para frente. Naquele jogo contra o Coritiba, fizemos um ótimo primeiro tempo e caímos um pouco na segunda etapa. Hoje tivemos um pouco de dificuldade no comecinho do jogo e melhoramos ao longo do primeiro tempo, voltamos melhor no segundo tempo, aí teve a expulsão do Jô e com um jogador a menos, a alma do Corinthians é jogada em campo e aí você vê uma equipe que luta, que briga e somou um ponto importante em função disso - disse o técnico.

- Os ajustes continuam, hoje eu tenho um sistema defensivo muito confiável, falta a gente ajustar um pouquinho mais do meio para frente, encontrar as peças que se encaixem para que o Corinthians possa ter um jogo de segurança, um jogo de agressividade, um time que esteja muito mais perto de vencer as partidas e aí, obviamente, passa pelos extremos, pelos meias... A partir do momento que eu encontrar as peças que realmente estão encaixadas, a gente vai dar sequência na equipe - complementou o comandante alvinegro.

Na avaliação de boa parte dos torcedores do Corinthians, Jô não fez um grande jogo e sua substituição era esperada, mas Vagner Mancini não abriu mão da presença do centroavante em campo, que só saiu quando foi expulso por, na interpretação do VAR e do árbitro, ter agredido um adversário. Para o treinador, porém, o camisa 77 teve uma função essencial na partida desta quarta-feira.

- Eu acho que o Jô oscilou, assim como a equipe oscilou, tivemos dificuldades, porque não tivemos a velocidade necessária no primeiro tempo e na segunda etapa, quando nós encaixamos o time, acabou tendo a expulsão dele. Ele é um atleta alto, que ganha a maioria das bolas, nós enfrentamos uma equipe com sete jogadores acima de 1,80m, então era fundamental que ele ficasse no jogo, eu não teria uma reposição a altura na estatura, então era importante que para este jogo a gente utilizasse o máximo que poderíamos dele - explicou.

Mancini, a exemplo do presidente Andrés Sanchez, não ficou satisfeito com a arbitragem de Bráulio da Silva Machado e criticou não só a expulsão de Jô como também o pênalti que o árbitro deixou de marcar para o Timão na segunda etapa. De acordo com o comandante corintiano, os homens de preto tiveram uma atuação abaixo do que era esperado para o duelo no Castelão.

- O lance da expulsão eu vi e não vejo agressão, assim como o lance do pênalti, que chama a atenção porque o atleta do Fortaleza acerta o Gabriel e a bola já tinha passado, ele erra o tempo da bola. A alegação do árbitro é que o Gabriel se deixou tocar, não tinha espaço para não se deixar tocar, então numa análise de jogo, eu acho que foi um jogo disputadíssimo, duas equipes que brigaram bastante dentro de campo e uma arbitragem que ficou um pouco abaixo daquilo que todos nos esperávamos, principalmente no lance do pênalti.

O Corinthians só voltará a campo agora no dia 13 de dezembro, quando recebe o São Paulo na Neo Química Arena pela 25ª rodada do Brasileirão-2020. Até lá, Mancini terá cerca de dez dias de treinamento com o elenco, que não poderá contar com Jô, suspenso. Atualmente, o Timão tem 30 pontos e está na 10ª posição na tabela, mesma pontuação do Fortaleza, que permanece em 9º.

Vagner Mancini - Fortaleza x Corinthians
Mancini viu Timão com oscilações na partida (Foto: Ag. Corinthians)