Coletiva Andrés Sanchez

Andrés ficou revoltado com as decisões da arbitragem contra o Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

LANCE!
02/12/2020
23:42
São Paulo (SP)

O jogo entre Fortaleza e Corinthians teve mais uma arbitragem polêmica neste Brasileirão-2020. Nesta quarta-feira, no Castelão, os visitantes saíram insatisfeitos com as decisões de Bráulio da Silva Machado, especialmente um pênalti não marcado e a expulsão de Jô. Após a partida, como tem sido praxe, Andrés Sanchez reclamou dos homens de preto em seu perfil no Twitter.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Entre as reclamações corintianas nesta noite, está um suposto pênalti de Felipe em Gabriel, quando o volante do time paulista adiantou a bola dentro da área e o adversário colocou a perna à frente para impedir a passagem do camisa 5 alvinegro. Tanto Sandro Meira Ricci quanto Sálvio Spínola, comentaristas de arbitragem do Grupo Globo disseram que marcariam a infração.

Mas não foi só. Aos 34 minutos do segundo tempo, Jô e Felipe se esbarraram dentro da área, o VAR entendeu que o corintiano agrediu o adversário na disputa e chamou o árbitro para checar o lance. Depois de ver as imagens na beira do campo, Bráulio da Silva Machado decidiu expulsar o centroavante do Timão, que teria tentado desferir um soco no volante do Fortaleza.

Esses dois lances revoltaram Andrés Sanchez, que usou seu Twitter para desabafar, algo que tem sido comum após as partidas recentes do Corinthians no Brasileirão. Das outras vezes ele prometeu levar a reclamação para a CBF e dessa vez chamou as decisões da arbitragem de "vergonhosas".

- Mais uma vergonha da arbitragem contra o Corinthians. Vergonha - disse.

Nas oitavas de final da Copa do Brasil, quando o Timão foi eliminado pelo América-MG, o mandatário reclamou do pênalti de Lucas Piton, que tocou com a mão na bola dentro da área e acabou gerando o gol da classificação do clube mineiro. Naquela ocasião o árbitro era Wagner do Nascimento Magalhaes. Mais recentemente, a reclamação aconteceu após o duelo com o Grêmio, que terminou empatado em 0 a 0 e o Corinthians teve dois jogadores expulsos.