Rafael Marson
25/01/2022
22:56
São Paulo (SP)

O Corinthians começou a ano de 2022 com o gosto amargo, ao empatar sem gols com a Ferroviária na Neo Química Arena, em duelo válido pela primeira rodada do Campeonato Paulista. A partida marcou a reestreia do meia Paulinho, que entrou no segundo tempo e fez boa partida.

> ATUAÇÕES: Renato Augusto e Willian são os melhores da noite em Itaquera, e Paulinho tem boa reestreia pelo Corinthians; veja as notas

Com a empate, o Timão soma seu primeiro ponto no Paulistão no Grupo A, que conta com Guarani, Inter de Limeira e Água Santa. A Ferrinha está no Grupo B, ao lado de Novorizontino, São Bernardo e São Paulo.

No próximo domingo (30), às 18h30, os comandados de Sylvinho enfrentam o Santo André no Estádio Bruno José Daniel. No mesmo horário, porém no sábado (29), o time de Elano recebe o Água Santa na Fonte Luminosa.

> TABELA: Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

MUITO ESTUDO, POUCO ESPAÇO

Os primeiros minutos de jogo foram marcados por muita paciência e estudo de ambas equipes. Aos oito minutos, Willian cobrou falta pela direita, Giuliano desviou de casquinha, e a bola passou ao lado da meta de Saulo.

Aos 15, Piton avançou pela esquerda e cruzou para Mantuan. O camisa 31 não acertou o cabeceio em cheio e a bola passou por cima do gol. Tanto Ferroviária quanto o Corinthians trocavam passes, mas não conseguiam penetrar na defesa adversária.

PRESSÃO ALVINEGRA

Próximo dos 20 minutos no primeiro tempo, o Timão passou a pressionar a equipe grená, roubando bolas no campo de ataque, mas o time de Elano se organizava bem na defesa, impedindo que os mandantes chegassem próximo ao gol.

A primeira boa chance do jogo veio nos pés de Renato Augusto, aos 38. Willian fez boa jogada pela direita e rolou para a entrada da área. O camisa 8 chegou chutando, forçando Saulo a fazer ótima defesa.

A Ferrinha apostava nos contra-ataques, mas não conseguia superar os defensores do Timão. Aos 41 minutos, Willian acertou ótima inversão para Róger Guedes. O novo camisa 9 mandou um peixinho, e novamente Saulo impediu o gol.

A primeira etapa acabou com Mezenga acertando bonito cabeceio, mas a bola passou ao lado da meta de Cássio.

Corinthians x Ferroviária
Renato Augusto foi um dos destaques do Timão no empate na estreia  (Foto: Jonatan Dutra/Ferroviária SA)

TIMÃO VOLTA LIGADO PARA O SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, o Corinthians manteve a mesma pegada do primeiro tempo, trocando passes no campo de adversário e pressionando a Ferroviária. Fagner arriscou chute com a perna esquerda aos três minutos e Saulo espalmou para o meia da área.

Três minutos depois, foi a vez de Róger Guedes partir da direita para o meio, mas o camisa 9 chutou com a perna esquerda e o chute saiu fraco. O time da casa seguia firme no campo de ataque

A REESTREIA DE PAULINHO

Aos 16 minutos, Sylvinho chamou Paulinho e Gabriel Pereira. No momento em que substituiu Du Queiroz, a torcida aplaudiu muito o camisa 15, que completou seu jogo de número 50 pelo Timão no Paulistão.

Com cinco minutos em campo, ele acertou cabeceio após cobrança de falta, mas a bola passou por cima da meta de Saulo.

O QUASE GOL DE PAULINHO (3X)

Perto dos 30 minutos, o Corinthians diminuiu o ritmo, e a Ferroviária quase abriu o placar. João Lucas avançou pela esquerda e cruzou rasteiro, Hygor chegou dividindo a bola com Gil, Cássio não alcançou e a bola quase entrou.

A chance dos visitantes reacendeu o ânimo do Corinthians, que voltou a dominar o jogo. Paulinho teve três oportunidades de ouro para fazer o seu gol na reestreia.

Aos 30 minutos, ele invadiu a pequena área e chutou forte, mas Saulo novamente impediu o gol. Nove minutos depois, Piton deu lindo cruzamento na área. Livre na marca do pênalti, Paulinho cabeceio com capricho, e a bola passou a centímetro do gol. Aos 42, após bate-rebate na área, a bola se ofereceu para o camisa 15, que chutou desequilibrado, e a bola triscou a trave.

CORINTHIANS 0 x 0 FERROVIÁRIA
Local:
Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 25/1/2022 (terça-feira), às 21h (de Brasília)
Árbitro: Thiago Luis Scarascati
Assistentes: Daniel Luis Marques e Italo Magno de Paula Andrade
VAR: Marcio Henrique de Gois e Alberto Poletto Masseira
Público/renda: 23.903/ R$ 1.307.561,00
Cartões amarelos: -
Cartões vermelhos: -
Gols: -

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Gil, João Victor e Lucas Piton; Du Queiroz (Paulinho, 16/2ºT), Willian (Gustavo Silva, 33/2ºT), Giuliano, Renato Augusto e Róger Guedes; Mantuan (Gabriel Pereira, 16/2ºT).
Técnico: Sylvinho.

FERROVIÁRIA
Saulo; Bernardo, Arthur (Léo Rigo, 33/2ºT), Didi e Marquinhos; Uillian Correia, João Lucas (Breno Lopes, 42/2ºT) e Gegê; Murilo Rangel (Rafael Luiz, 10/2ºT), Bruno Mezenga (Gleyson Pereira, 42/2ºT) e Netto (Hygor, 10/2ºT).
Técnico: Elano.