Corinthians x CSA - Love

Vagner Love não enfrentará o time que o revelou se receber cartão contra o Fortaleza, neste domingo (Daniel Vorley)

LANCE!
26/07/2019
09:00
São Paulo (SP)

O Corinthians corre o risco de ter quase um time inteiro como desfalque para enfrentar o Palmeiras, no dia 4, em Itaquera. Neste domingo, no Ceará, a equipe encara o Fortaleza tendo oito jogadores pendurados com dois amarelos - quem desse grupo tomar cartão cumpre suspensão no Dérbi.

A lista possui nomes importantes. Estão com dois cartões amarelos tomados nas dez partidas do clube no Brasileiro o goleiro Cássio, o lateral-direito Fagner, o lateral-esquerdo Danilo Avelar, o volante Junior Urso, os meias Jadson e Sornoza e os atacantes Clayson e Vagner Love.

Desse grupo, somente Jadson não foi titular diante de Flamengo e Montevideo Wanderers, dois últimos adversários do clube. Isso mostra a importância que o desfalque de cada um dos outros sete significará em caso de cartão em Fortaleza. Estar pendurados pode, inclusive, ser um fator para o técnico Fábio Carille definir a escalação deste domingo, preservando de olho no Dérbi.

Por acúmulo de cartões, o Corinthians já não poderá contar com Pedrinho diante do Montevideo Wanderers, no Uruguai, na quinta-feira. Autor do gol que definiu o 2 a 0 e iniciando a jogada que abriu o placar em Itaquera, o mie levou seu terceiro amarelo consecutivo na Copa Sul-Americana e terá de cumprir suspensão automática em Montevidéu.

No dia 4, em Itaquera, o Corinthians recebe o Palmeiras. O duelo já carrega todo o significado de um clássico, que costuma definir os rumos de qualquer uma das equipes. Foi com base neles que o técnico fortaleceu sua trajetória desde que assumiu a equipe em definitivo, há dois anos e meio.

O Dérbi da 13ª rodada do Campeonato Brasileiro ainda tem um componente extra. O Palmeiras inicia o fim de semana na liderança da competição, com os mesmos 26 pontos do Santos, mas à frente no saldo de gols (14 contra sete), e o Corinthians mantém o discurso de que ainda acredita na luta pelo título nacional. Assim, vencer o arquirrival passa a ser fundamental, somando três pontos que reduziriam a diferença atual de dez entre os clubes.