Prevenção Covid - Arena Corinthians

Foram instalados equipamentos de raios ultravioleta UV-C nas escadas rolantes (Foto: Divulgação/Corinthians)

LANCE!
26/08/2020
13:40
São Paulo (SP)

Em parceria com as empresas ComplexSys e ChromaLíquido, a Arena Corinthians desenvolveu uma série de soluções contra o contágio da Covid-19 que serão apresentadas nesta quarta-feira, no jogo entre Corinthians e Fortaleza, às 21h30, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro 2020.

Desde que o Secretário de Esportes do Governo de São Paulo, Aildo Ferreira, anunciou a retomada das atividades na última semana de julho, as federações e instituições esportivas vêm se reunindo a fim de elaborar um rigoroso protocolo com diversas medidas de segurança de controle e prevenção.

- É fundamental construir um protocolo de medidas para que possamos proporcionar segurança aos atletas, colaboradores e, em breve, aos torcedores - disse o Superintendente de Marketing do Timão, Caio Campos.

Todos os assentos das cadeiras e bancos, tanto da imprensa quanto dos atletas, foram revestidos com tecidos confeccionados a partir do fio Amni®️ Virus-Bac OFF, que possui alta tecnologia, com ação antibacteriana e antiviral, inclusive para os vírus envelopados, como são classificados os vírus influenza, herpesvírus, coronavírus, entre outros.

- O tecido produzido com o novo fio é o único indicado para uso intenso, por causa do efeito permanente da ação antiviral e antibacteriana, resistindo a atritos, higienizações e lavagens constantes, como exigem os assentos e demais revestimentos em estádios de futebol - enfatizou Leandro Capucho, CFO da ChromaLíquido.

Também foram instalados equipamentos de raios ultravioleta UV-C, capazes de eliminar 99,99% vírus e bactérias em ambientes fechados, nos vestiários dos atletas e nas escadas rolantes.

Todos os ambientes foram sanitizados com 24h de antecedência, com produtos que não deixam resíduos, cheiro, mancha ou que possam causar qualquer tipo de alergia em humanos.

- Estamos apresentando apenas algumas das nossas soluções. Nosso objetivo é expandir esse protocolo para outras áreas e segmentos como, por exemplo, escolas, hospitais, escritórios, e demais estádios do país. Queremos tornar os ambientes mais seguros não apenas para o COVID-19, mas para outras doenças infectocontagiosas também - disse Eduardo Franco, CEO da ComplexSys.