Neto

Marcio Cunha/Divulgação/Chapecoense

LANCE!
13/12/2019
13:06
Futebol Latino

O zagueiro Neto, um dos sobreviventes do fatídico acidente com o avião da Chapecoense, anunciou nesta sexta-feira a sua aposentadoria dos gramados.

Em conversa com o programa Globo Esporte, o agora ex-atleta de 34 anos, afirmou que o corpo não correspondia nos treinamentos de alto-nível e o melhor a se fazer é encerrar as atividades.

‘Paro. Já estava alinhado com os médicos e com o clube. Queria fazer uma despedida, um jogo, mas optei por não. Fui convidado a entrar no último minuto contra o CSA (pelo Brasileiro), mas não optei por não fazer. Claro que tenho um carinho pelo torcedor e seria um presente ao torcedor, mas a vida é um presente. Tinha intenção muito grande de estar em campo por um minuto ou 10, que sejam’, afirmou.

‘Meu corpo não aguentava mais. As dores eram maiores que o prazer. Conversei com os médicos e logo vai ter um comunicado oficial do clube. Aparentemente, no dia-a-dia não tinha dores, mas nos treinos em alto nível o corpo não aguentava as dores no joelho e na coluna, que foram o que mais me entristeceram no final e me tiraram do campo’, completou Neto.

Em abril deste ano, o jogador até voltou a trabalhar com o elenco da Chapecoense, mas não entrou em campo para disputar uma partida.
Natural do Rio de Janeiro, Neto defendeu as cores do Francisco Beltrão, Cianorte, Guarani, Santos e em 2015 se transferiu para a Chapecoense.