Gazprom Arena, em São Petersburgo, na Rússia

Gazprom Arena, em São Petersburgo, é a casa do Zenit e foi escolhida para final da Champions League (Foto: AFP)

LANCE!
21/02/2022
19:37
Londres (ING)

Em meio aos recentes conflitos entre Rússia e Ucrânia, a Uefa já começa a se movimentar nos bastidores temendo a final da atual edição da Champions League, marcada para acontecer no país da última Copa do Mundo. Segundo a mídia britânica, a entidade do futebol europeu tem o receio de que a tensão entre os países faça com que o local da partida seja alterado.

> Cresce a tensão na Ucrânia: veja jogadores brasileiros que atuam no país e duração de contratos


A decisão da Liga dos Campeões está marcada para o dia 28 de maio, na Gazprom Arena, em São Petersburgo. A cidade russa, que está no norte do país, perto da fronteira com a Finlândia, fica a cerca de 700 quilômetros de Moscou. A capital, mais perto dos conflitos no leste ucraniano, está a 1 mil quilômetros da região onde estão concentrados os confrontos atuais.

+ Veja a tabela e os jogos da Champions League

Segundo o jornal "The Mirror", a Uefa "não terá escolha" em caso de uma invasão russa ao território ucraniano a não ser mudar o local da finalíssima. Neste cenário, o Estádio de Wembley, em Londres, seria uma alternativa da entidade, conforme informou o portal.

Estádio de Wembley
Estádio de Wembley, em Londres, pode receber final da Champions (Foto: AFP)

Recentemente, diversas companhias aéreas ao redor do mundo, especialmente na Europa, anunciaram que estão reduzindo ou até mesmo suspendendo voos para cidades de Rússia e Ucrânia. A medida, obviamente, se dá pelas crescentes preocupações sobre a tensão entre os países.

+ Luis Suárez, Cavani… Veja 9 astros sul-americanos que estão ficando sem clube em junho

Vale lembrar que o principal palco britânico já estava definido como sede da decisão da temporada 2023/24. Ou seja, em caso de uma mudança, a Gazprom Arena pode ficar como o estádio da final de daqui a duas temporadas. A final de 2023 será no Estádio Olímpico Atatürk, em Istambul, na Turquia.

Caso a troca ocorra, será o terceiro ano seguido que a Uefa mudará a decisão às vésperas do jogo. Em 2020 e 2021, por conta da Covid-19, as partidas finais aconteceram em Portugal, nas cidades de Lisboa e Porto, respectivamente. Antes, o planejamento era de que fossem justamente em Istambul.