Felippe Rocha
23/01/2021
22:09
Rio de Janeiro (RJ)

Um time que precisava da vitória na luta contra o rebaixamento. O outro, para se aproximar do líder do Campeonato Brasileiro. Mas foi o Vasco quem fez uma grande partida neste sábado, em São Januário, venceu o Atlético-MG por 3 a 2 e saiu da zona de rebaixamento. Pela tabela, garante que não volta ao Z4 nesta rodada. E tudo começou com um pênalti para o time visitante.


Pênalti perdido que custaria caro

Apesar da diferença na tabela, o jogo começou equilibrado. Mas a primeira grande chance foi do Atlético-MG. Quando Léo Matos interceptou a bola com o braço, aos dez minutos, o lance foi para revisão, demorou, mas o pênalti foi marcado. Hyoran cobrou, a bola foi na trave direita de Fernando Miguel e voltou para o meia. Seria novo toque, do mesmo jogador, após a cobrança. Jogada anulada e Vasco aliviado.

Gol do Vasco!
E o alívio teve subidas ao ataque como consequência. Aos 15, Benítez fez jogada com Pikachu e o chute do lateral-ponta passou perto. Dois minutos depois, Marcelo Alves lançou Léo Matos, Guilherme Arana se enrolou na marcação e o lateral-direito conseguiu ajeitar para Cano fazer. Fim do jejum de seis partidas do argentino sem marcar.

Pikachu amplia
O Galo se tornou, então, ainda mais incisivo. Jogadas pela direita, pela esquerda, de fora da área. O arsenal do time de Jorge Sampaoli era vasto, mas a pontaria acertou, no máximo, a trave, com Savarino, aos 21. Dez minutos depois, entre um ataque visitante e outro, Léo Matos cruzou, Yago Pikachu chutou na trave, mas não desperdiçou no rebote. Vasco 2 a 0.

Felicidade via Argentina
No início do segundo tempo, o árbitro marcou pênalti de Leandro Castan em Jair. O zagueiro garantiu que não fez e, na revisão, a anulação foi confirmada. E aos 13 minutos, os argentinos que tantas alegrias deram ao Vasco em 2020 reeditaram a parceria: Benítez lançou Cano, que não deixou a bola cair e, da entrada da área, marcou mais um.

Reação mineira
Na pressão total, o Atlético-MG conseguiu diminuir o prejuízo com Hyoran, que recebeu assistência de Eduardo Sasha e finalizou da entrada da área, aos 21. E com o tempo o time de Sampaoli foi encurralando o dono da casa, que mal conseguia sair de seu campo. Fernando Miguel chegou a fazer uma boa defesa, outras finalizações passaram perto do alvo. Ainda houve tempo de, nos acréscimos, Eduardo Sasha escorar para o gol após cobrança de escanteio. Mas foi só. Vitória vascaína.

FICHA TÉCNICA
VASCO 3 X 2 ATLÉTICO-MG


Data/Hora: 23/1/2021, às 21h
Local: São Januário, Rio de Janeiro
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Renda/Público: Portões fechados

Cartões amarelos: Léo Matos, Yago Pikachu, Talles Magno (VAS) e Caio Lopes; Jair (CAM)
Cartão vermelho:

Gols: Cano (17'/1ºT 1-0), Yago Pikachu (31'/1ºT 2-0), Cano (13'/2ºT 3-0), Hyoran (21'/2ºT 3-1) e Eduardo Sasha (48'/2ºT 3-2).

VASCO
Fernando Miguel; Léo Matos (Cayo Tenório, 42'/2ºT), Marcelo Alves, Leandro Castan e Henrique; Bruno Gomes, Benítez (Carlinhos, 30'/2ºT) e Gil (Caio Lopes, 42'/2ºT); Yago Pikachu (Werley, 42'/2ºT), Cano e Talles Magno (Gabriel Pec, 26'/2ºT) - Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

ATLÉTICO-MG
Everton, Guga, Alonso, Gabriel e Guilherme Arana (Nathan, 18'/2ºT); Jair, Allan e Hyoran; Savarino (Marrony, 18'/2ºT), Vargas (Eduardo Sasha, 18'/2ºT) e Keno - Técnico: Jorge Sampaoli.

Vasco x Atlético MG
Vasco e Atlético-MG fizeram um jogo de muitas emoções neste sábado (Pedro Souza / Atlético)