Juventude x Figueirense

Foto: Reprodução/SporTV

Futebol Latino
11/08/2018
20:56
Caxias do Sul (RS)

Desde o início da partida, o Juventude demonstrou mais atitude e volume de jogadas ofensivas diante de um retraído Figueirense, focado bastante em encontrar espaços justamente no avanço das linhas da equipe gaúcha.

Até os 20 minutos, o Ju foi bastante incisivo e chegou a ter um gol anulado quando o centroavante Elias marcou em cabeçada, mas a arbitragem anulou o tento alegando posição de impedimento. Porém, quem claramente teve a melhor chance de abrir a conta em Caxias do Sul foram os visitantes com Henan.

Recebendo passe maravilhoso de Jorge Henrique, o camisa 19 do time catarinense, cara a cara com Matheus Cavicholi praticamente na pequena área, bateu para fora em uma oportunidade incrível que foi desperdiçada.

Tanto o próprio Cavichioli, em chute forte de Henan, como também o goleiro Denis em finalização potente do meio-campista Tony, ainda conseguiram evitar a movimentação do placar, terminando os primeiros 45 minutos sem gols na Serra Gaúcha.

Segundo tempo

O ritmo de jogo seguiu mais favorável ao time da casa em relação a intensidade de pressão. Porém, o volume passou a ser em menor número também pelo fato de que o Figueirense conseguia, ao contrário do que ocorreu na primeira etapa, segurar mais a bola no seu campo de ataque. Mesmo não conseguindo ser tão insinuante quanto o oponente.

E, assim como ocorreu nos 45 minutos iniciais, uma excelente oportunidade de marcar sair dos pés de um jogador do Figueira. O avante aproveitou a recuperação de bola já na intermediária ofensiva e arriscou de longe, carimbando a trave esquerda de Matheus Cavichioli.

A intensidade persistiu, no entanto quem também se manteve presente foi a falta de capricho na hora de finalizar bem como atuações inspiradas de Denis e Cavichioli embaixo das traves. Com isso, do jeito que começou a partida terminou após o apito final do árbitro Marcelo Aparecido de Souza.