Guarani x Fortaleza

Foto: Reprodução/SporTV

Futebol Latino
11/08/2018
18:24
Campinas (SP)

O princípio da partida foi bastante agitado com movimentação e procura de jogo dos dois lados. E, se o meio-campista Nenê Bonilha conseguiu assustar a meta de Oliveira com um chute forte da entrada da área, na primeira finalização mais aguda dos donos da casa o marcador no Brinco de Ouro da Princesa foi inaugurado.

Após cruzamento muito bem feito vindo do lado direito, o artilheiro Bruno Mendes subiu no meio da zaga e testou pro chão, vencendo Marcelo Boeck.

O gol facilitou com que o Guarani tivesse uma importante injeção de ânimo para se manter com mais posse de bola e controlasse a partida. Já os comandados de Rogério Ceni mostravam bastante dificuldade para escapar da forte marcação campineira, sem conseguir, consequentemente, exercer o domínio que se habituou a fazer na competição em seus jogos.

Superior até mesmo na eficiência quando chegava na grande área cearense, o goleiro Marcelo Boeck foi bastante exigido depois de bola aérea finalizada por Éverton Alemão. Todavia, Matheus Oliveira arriscou chute de fora da área aos 43 e, depois da defesa de Boeck, o meia Rafael Longuine concluiu para as redes e construiu uma boa vantagem para o intervalo. 

Segundo tempo

Os 15 minutos iniciais foram de bastante pressão e até mesmo superioridade do time visitante que, com Felipe, demonstrou o início de uma possível reação logo aos três minutos. Acertando um bom chute rasteiro de fora da área, o meio-campista do Fortaleza diminuiu a desvantagem, 2 a 1.

O Guarani se recuperou bem do tento sofrido e passou a pressionar bastante o líder da Série B, dando a entender que estava muito mais perto de marcar o terceiro do que sofrer o empate. Com o zagueiro Philipe Maia, em cruzamento feito por Guilherme, Marcelo Boeck fez uma defesa importantíssima.

Porém, em dois lances cabais, o Tricolor do Pici foi cirúrgico ao converter oportunidades que lhe deram uma excelente vantagem na ponta da tabela. Aos 40 minutos, Gustagol aproveitou bola espirrada na pequena área e deixou tudo igual e, aos 46, Marcinho completou chutando de primeira para fechar a conta em Campinas, 3 a 2 Fortaleza.