placeholder
LANCE!
08/10/2020
22:54
Futebol Latino

No jogo encerrou a 14ª rodada do Brasileirão, o Internacional bateu o Bragantino por 2 a 0, no Nabi Abi Chedid. Com o placar, o Colorado chegou aos 25 pontos, na vice-liderança, O Massa Bruta é o penúltimo, com 12 pontos.

Na próxima rodada, o Bragantino encara o Atlético-GO, fora de casa. O Internacional mede forças com o Athletico, no Beira-Rio.

O jogo

Os dois times ainda se estudavam quando o Internacional abriu o placar. Heitor recebeu na direita e cruzou na cabeça de Galhardo para o atacante vencer o goleiro e estufar as redes de Júlio Cesar, 1 a 0.

Comemoração Thiago Galhardo - RB Bragantino x Internacional
Galhardo comemora um dos gols em Bragança Paulista (Ricardo Duarte/Internacional)


Aos 24 veio o segundo gol do Colorado. Desta vez, Edenílson viu o erro de posicionamento do Bragantino e achou novamente Galhardo. O camisa 17 apenas deslocou o goleiro, que nada pôde fazer, 2 a 0.

No prejuízo, o Bragantino tentou diminuir o marcador, porém, a falta de pontaria pesou na hora de concluir e Lomba não tinha trabalho.

Na etapa final o Massa Bruta habitava o campo de ataque e deixava espaços para o contra-ataque. Na primeira que o Colorado encaixou, Patrick saiu na cara de Júlio, mas a bola escapou na hora chute e o volante mandou por cima.

Com a vantagem e sem sofrer nenhum tipo de incômodo, o Internacional administrou o resultado sem maiores problemas. Na reta final, a vida do Colorado ficou ainda mais tranquila por conta da expulsão de Thonny Anderson.

RED BULL BRAGANTINO 0 X 2 INTERNACIONAL
Local:
Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Data-Hora: 08/10/2020 – 21h
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo(MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira(MG)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira(MG)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos:
Ricardo Ryller, Edimar, Lindoso, Uillian Correia (BGT), Victor Cuesta, Edenílson (INT)
Cartões vermelhos: Thonny Anderson (BGT)
Gols: Thiago Galhardo (16’/1ºT) (24’/1ºT)

BRAGANTINO: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Raul, Ricardo Ryller (Uillian Correia, aos 16/2ºT)e Claudinho (Thonny Anderson, aos 16/2ºT); Artur (Leandrinho, aos 16/2ºT), Alerrandro (Ítalo, aos 34/2ºT) e Bruno Tubarão (Luis Phelipe, aos 39/2ºT). Técnico: Mauricio Barbieri.
INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Uendel; Lindoso, Edenílson, Boschilia (Marcos Guilherme, aos 24/2ºT) e Patrick (Rodrigo Moledo, aos 20/2ºT); Galhardo (D’Alessandro, aos 20/2ºT) e William Pottker (Abel Hernández, aos 37/2ºT). Técnico: Eduardo Coudet.