Montagem - Walter Feldman e Mário Bittencout

Fluminense ocupa a 18ª posição do Campeonato Brasileiro, com 12 pontos (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

LANCE!
04/09/2019
16:59
Rio de Janeiro (RJ)

A sugestão do presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, sobre reduzir o número de rebaixados do Campeonato Brasileiro não deve acontecer. Nesta quarta-feira, o secretário-geral da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Walter Feldman foi questionado sobre o tema, durante participação na "Brasil Futebol Expo", evento organizado pela entidade em São Paulo.

- Não há nenhum movimento (em relação a diminuir o número de times rebaixados). Alguns inclusive acham que deveriam ser mais do que quatro (rebaixados), deveriam ser seis, voltando a outros momentos da história do futebol - afirmou.

- Mas isso não está na pauta. Neste momento, a manutenção deste movimento de ascenso e descenso é o possível e adequado - complementou. 

-> TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Para relembrar, o mandatário tricolor, em entrevista recente, defendeu a redução de times rebaixados do Brasileirão. A ideia seria passar de quatro para dois clubes. 

- Um campeonato com 20 clubes, num país de dimensões continentais, o rebaixamento de quatro equipes é muita coisa - afirmou Mário Bittencourt.

No momento, a zona de rebaixamento é formada pela Chapecoense, Fluminense, CSA e Avaí. A equipe carioca ocupa a 18ª posição, com 12 pontos somados. Em 16 jogos, foram 3 vitórias, 3 empates e 10 derrotas.