Gabriel Rodrigues
17/10/2019
23:05
Rio de Janeiro (RJ)

O Athletico parou a reação do Fluminense no Brasileiro. Vindo de cinco jogos sem perder, o Tricolor até começou bem, de novo, mas tomou a virada e foi derrotado por 2 a 1 para o Athletico-PR, na noite desta quinta-feira, no Maracanã. O Furacão contou com dois gols de Madson, enquanto Frazan marcou para o Tricolor. O Fluminense parou nos 29 pontos, enquanto o time visitante chegou a 38.

Os dois times voltam a campo no domingo. O Fluminense tem o clássico contra o Flamengo, às 18h, no Maracanã, enquanto o Athletico recebe o Palmeiras, às 19h, na Arena da Baixada.

TABELA
> Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Gol e emoção
O Fluminense começou a partida em cima do Athletico, sem dar tempo para o time adversário respirar. E abriu o placar rapidamente. Logo aos 3 minutos, após cobrança de escanteio, Madson cortou mal e Frazan finalizou para as redes, marcando o seu o primeiro gol como profissional. O tento foi motivo de muita emoção para o jogador, que marcou pela primeira vez como profissional, e comemoração para os companheiros de time.

VAR lá e aqui
O Tricolor continuou bem no jogo após o gol, mas, aos poucos, o Furacão foi crescendo no Maracanã. E Rony chegou a marcar aos 13, mas o gol foi anulado com auxílio do VAR por impedimento de Márcio Azevedo no começo do lance. O mesmo aconteceu com o Fluminense nove minutos depois. Após boa jogada individual, João Pedrou tocou para Caio Henrique na entrada da área. O lateral chutou, Santos espalmou e a bola sobrou para o próprio João Pedro, que mandou para o gol. Mas, de novo com ajuda do VAR, o árbitro anulou o tento por impedimento milimétrico do atacante.

Jogo movimentado
O final do primeiro tempo foi lá e cá. O Tricolor quase marcou com Caio Henrique. Mas quem teve as melhores chances foi o Furacão. Em um primeiro lance, após erro de Nino na saída de bola, Léo Cittadini perdeu um gol incrível ao demorar para finalizar. Depois, Madson teve duas chances. Na primeira, mandou por cima. Em seguida, aos 47, não desperdiçou. O lateral recebeu um belo lançamento de Wellington nas costas da zaga e tocou na saída de Muriel.

Madson iluminado
Com substituições que fizeram o Fluminense perder o meio de campo, Marcão viu o Furacão crescer na partida. E, se já havia marcado o gol de empate, Madson apareceu, de novo, na etapa final para marcar o gol da vitória do Athletico. Aos 25, em cobrança de escanteio, o lateral-direito ganhou de Orinho no alto e desviou para o gol.

O Fluminense até tentou o empate, no abafa. Mas o Furacão mostrou porque é o atual campeão da Copa do Brasil e, com qualidade, conseguiu segurar o Tricolor.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 2 ATHLETICO-PR

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-hora: 17 de outubro de 2019, às 21h
Árbitro: Rodrigo D'alonso Ferreira (SC) - Nota LANCE!: 6,0 - Não atrapalhou o andamento do jogo e acertou nos gols anulados.
Assistentes: Neuza Ines Back (SP - FIFA) e Thiaggo Americano Labes (SC)
Árbitro de vídeo (VAR): Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Público/Renda: 15.040 pagante/R$ 332.440,00
Gramado: Bom.
Cartão amarelo: Márcio Azevedo (CAP)
Cartão vermelho: -

GOLS: Frazan, 3'/1ºT (1-0), Madson, 47'/1ºT (1-1), Madson, 25'/2ºT (1-2)

FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Nino, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel (Wellington Nem, 14'/2ºT) e Ganso; Nenê (Orinho, 14'/2ºT), Yony e João Pedro (Lucão, 37'/2ºT). Técnico: Marcão.

ATHLETICO-PR: Santos; Madson, Pedro Henrique, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington; Bruno Guimarães, Léo Cittadini (Bruno Nazário, 22'/2ºT), Rony (Lucho González, 44'/2ºT) e Marcelo Cirino (Pedrinho, 34'/2ºT); Thonny Anderson. Técnico: Tiago Nunes.