Botafogo x Goiás - jogadores do Botafogo comemorando o gol

Botafogo comemora o gol de Gabriel, o primeiro do Botafogo no jogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo) 

João Vítor Castanheira
09/10/2019
21:17
Rio de Janeiro (RJ)

Muito prazer, returno! Depois de quatro derrotas seguidas e três jogos sem fazer gols, o Botafogo venceu o Goiás por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Nilton Santos, e triunfou pela primeira vez na "segunda volta" do Campeonato Brasileiro. Gabriel, João Paulo e Valencia marcaram pelo Alvinegro, enquanto Marcelo Benevenuto, contra, descontou para os visitantes. Com o resultado na 24ª rodada, o Glorioso chega a 30 pontos e vê o Z4 se afastar no retrovisor. 

A equipe de General Severiano volta a campo no próximo sábado, para encarar o Palmeiras no Allianz Parque, às 21h. No mesmo dia, às 17h, o Esmeraldino recebe o CSA, no Serra Dourada. 

> Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro


POR BAIXO...
O início do Botafogo no "Niltão" não foi bom. Liderado pela dupla Michael e Léo Sena, era o Esmeraldino quem mais aparecia no campo ofensivo. Um chute desviado, tirando tinta do travessão de Cavalieri, quase inaugurou o marcador.

POR CIMA!
O Alvinegro respondeu com um belo chute de Bochecha, que Tadeu voou e desviou par escanteio. E aí, o Glorioso usou aquela que seria sua melhor arma no jogo: João Paulo cobrou na primeira trave, Benevenuto fez o desvio, e Gabriel debutou marcando com a camisa alvinegra. Ainda na etapa inicial, em nova jogada área, Fernando carimbou o travessão goiano. De novo por cima, Cícero até marcou o segundo, mas de acordo com o VAR, estava impedido.

ESQUADRILHA DA FUMAÇA
O Botafogo fazia jus ao famoso grupo de acrobacias da Força Área. Novamente pelo alto, após escanteio, Diego Souza exigiu outra grande defesa de Tadeu. No rebote, Benevenuto acertou linda bicicleta, mas o lance já estava parado.

TÁ COMPLICADO...
Depois de contra-ataque, Rafael Moura recebeu de Michael na entrada da área e, com muita classe, devolveu por cima para o camisa 11, que venceu Cavalieri. Após demora irritante, o VAR enxergou um toque de mão de Marlone no início do lance, e o gol foi anulado.

JOGO BOM!
Aos 19 da etapa final, o alviverde Gilberto cochilou na entrada da área, e a bola ficou com Diego Souza, que achou Bochecha na área. O volante bateu fraco, Tadeu defendeu, mas, no rebote, João Paulo chegou testando para fazer o segundo do Fogão.

DESENCANTOU!
Aos 31, Michael recebeu cruzamento na área, chutou em cima de Cavalieri, mas a bola voltou em Benevenuto e foi para gol, acendendo a esperança do Goiás. Quatro minutos depois, porém, Léo Valencia recebeu de Pimpão, fez mais um, e o Botafogo, que não marcava há três jogos, chegou ao terceiro gol e venceu pela primeira vez no returno.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 X 1 GOIÁS

Estádio: Nilton Santos, Rio de Janeiro
Data-Hora: 9/10/2019, às 19h15
Árbitro: Rodrigo D'alonso Ferreira (SC) - Nota L!: 5,0 - Marcou toque de mão polêmico de Marlone após longa demora com o VAR
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Éder Alexandre (SC)
VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes do VAR: José Woshington da Silva (PE) e Flavio Gomes Barroca (RN)
Gramado: Bom
Público e renda: 4.898 pagantes / 5.574 presentes / R$ 82.308
Cartões Amarelo: Cícero, Marcelo Benevenuto, Diego Souza e Rodrigo Pimpão (BOT); Léo Sena e Rafael Moura (GOI)
Cartões vermelho: não houve. 

GOL: Gabriel 31'/1ºT (1-0),  João Paulo 19'/2ºT (2-0), M. Benevenuto, contra 31'/2ºT (2-1), Leo Valencia 35'/2ºT (3-1)

BOTAFOGO
Diego Cavalieri; Fernando, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Yuri (Lucas Barros, 18'/2ºT); Cícero (Alan Santos, 36'/2ºt), Gustavo Bochecha e João Paulo; Luiz Fernando (Leonardo Valencia, 33'/2ºT), Rodrigo Pimpão e Diego Souza. Técnico: Bruno Lazaroni

GOIÁS
Tadeu, Yago Rocha (Marlone, intervalo), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto (Rafinha, 42/2ºT), Yago Felipe e Léo Sena; Leandro Barcia (Kaio, 33'/2ºT), Rafael Moura e Michael. Técnico: Ney Franco