Alexandre Guariglia
21/01/2021
21:53
São Paulo (SP)

Nada como um vitória para amenizar a má impressão após uma goleada em um Dérbi. E foi isso que o Corinthians fez ao bater o Sport, por 3 a 0, nesta quinta-feira, na Neo Química Arena, pela 31ª rodada do Brasileirão-2020. Com gols de Gustavo Mosquito, Mateus Vital e Jô, o Alvinegro conseguiu um grande triunfo e segue na briga por uma das vagas na Copa Libertadores.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Saiba as 20 transações mais lucrativas da história do futebol

Primeiro tempo com oscilações, mas abrindo o placar

O Timão iniciou a primeira etapa impondo seu jogo desde o começo, mas teve dificuldade na conclusão das jogadas e não conseguiu traduzir a superioridade em gol. Até que Anderson Daronco marcou recuo do time pernambucano, mas no tiro livre indireto dentro da área Camacho chutou em cima da barreira. Enquanto isso, a defesa alvinegra passava por momentos de oscilação.

Sem ser ameaçado fortemente, o Corinthians tentou aumentar o volume ofensivo. Primeiro Fagner arriscou chute, mas a bola subiu demais, depois foi a vez de Mateus Vital, que chapou de fora da área, mas Luan Polli defendeu tranquilamente. Em seguida, Mosquito levou até a área, sozinho, mas finalizou muito mal e perdeu a chance, que não não desperdiçou pouco depois.

Aos 33 minutos, em jogada que começou com Cássio, Fagner lançou Mateus Vital, que tocou para Cazares dar uma belíssima assistência para Mosquito, que chutou na saída do goleiro e abriu o placar. O Sport, que estava mais recuado, tentou sair mais e criar alguma coisa, mas pouco conseguiu. Quem assustou no fim do primeiro tempo foi Camacho, em belo chute de fora da área, mas Luan Polli defendeu. A partida foi para o intervalo bem controlada pelo Timão.

Corinthians volta bem, amplia e sacramenta vitória

Após a volta do vestiário, o Alvinegro não mudou o time, nem a maneira de jogar e logo aos dois minutos da segunda etapa ampliou o marcador em jogada de Mateus Vital, que carregou até próximo da área e acertou um chute no cantinho de Luan Polli. 2 a 0 para o Timão. Em seguida, o Sport chegou em duas finalizações: de Patric, defendida por Cássio, e de Thiago Neves, para fora.

Corinthians x Sport
Timão venceu bem (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)

Após a pressão ensaiada pelos pernambucanos, o Corinthians respondeu com três finalizações consecutivas levando perigo: uma com Mosquito, que recebeu de Cazares e chutou por cima, depois com Mateus Vital, em outro passe do equatoriano, mas Luan Polli fez uma grande defesa, e com Jemerson, que se arriscou como atacante, mas o chute passou longe do gol dos visitantes.

Ambos os times fizeram alterações, mas quem se deu melhor foi o Timão, que chegou ao terceiro gol. Após troca de passes no campo de ataque, Fagner enfiou uma bola preciosa para Jô, que parou no goleiro na primeira tentativa, mas não perdoou no rebote, balançando a rede para marcar seu sexto tento no Brasileirão-2020 e fechar o placar na Neo Química Arena, nesta quinta-feira.

E agora?

Com o resultado, o Corinthians vai a 45 pontos na tabela do campeonato e sobe para a oitava posição, seis pontos atrás do primeiro clube no G6. Na próxima segunda-feira o Timão volta a campo para enfrentar o Red Bull Bragantino. Já o Sport permanece com 32 pontos, na 16º posição, uma à frente do Z4. No próximo domingo, recebe o Bahia, pela 32ª rodada da competição. 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3 X 0 SPORT
Local:
Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Data-Hora: 21/1/2021 - 21h
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa/RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Wagner Reway (PB)
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Léo Natel (COR)
Cartões vermelhos: -
Gols: Gustavo Mosquito (33'/1ºT) (1-0), Mateus Vital (2'/2ºT) (2-0) e Jô (34'/2ºT) (3-0)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Jemerson (Marllon, aos 39'/2ºT) e Fábio Santos; Camacho (Cantillo, aos 39'/2ºT) e Ramiro (Xavier, aos 28'/2ºT); Gustavo Silva (Léo Natel, aos 28'/2ºT), Cazares e Mateus Vital (Everaldo, aos 35'/2ºT); Jô. Técnico: Vagner Mancini.

SPORT: Luan Polli; Raul Prata (Ewerthon, aos 42'/2ºT), Iago Maidana, Adryelson e Sander; Marcão (Gustavo, aos 32'/2ºT), Ronaldo Henrique (Bruninho, no intervalo), Betinho (Ricardinho aos 42'/2ºT), Patric e Thiago Neves; Dalberto (Mikael, aos 32'/2ºT). Técnico: Jair Ventura.