Corinthians x Bragantino

Red Bull Bragantino venceu o Corinthians por 2 a 0 na Neo Química Arena (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)

Alexandre Guariglia
25/01/2021
20:56
São Paulo (SP)

Em mais uma grande atuação nesta boa fase, o Red Bull Bragantino não tomou conhecimento do Corinthians e bateu o adversário por 2 a 0, na Neo Química Arena, nesta segunda-feira, pela 32ª rodada do Brasileirão-2020. Com gols de Helinho e do ex-corintiano Claudinho, os visitantes levaram a melhor e subiram para a 11ª posição na tabela, enquanto o Alvinegro fica com a 10ª colocação.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Saiba as 20 transações mais lucrativas da história do futebol

RB joga melhor e abre dois de vantagem no primeiro tempo

O jogo mal começou e os visitantes já foram para cima dos donos da casa. Após pressionar a saída de bola corintiana e tomar a posse no campo de ataque, o RB fez uma boa jogada de pé em pé até que Helinho arriscou chute cruzado, de fora da área, para superar Cássio e abrir o placar, que acabou mudando os rumos do primeiro tempo, mas confirmaria quem joga melhor atualmente.

Por outro lado, o Corinthians teve de sair mais para o ataque para buscar o empate. Apesar de reproduzir o estilo de jogo que vem dando certo ultimamente, esbarrou em uma equipe competente, que travava os laterais e dominava o meio-campo. Além disso, as conclusões das jogadas alvinegras deixaram a desejar. Cazares, duas vezes, Mateus Vital e Fagner arriscaram chutes, mas não tiveram sucesso, ou foram parados pelo goleiro Cleiton.

Enquanto isso, o Bragantino chegava sempre com perigo e parecia mais próximo do segundo gol, que foi o que aconteceu. Aderlan tocou para Ytalo, que deu uma assistência preciosa para Claudinho, dentro da área, tocar por cima de Cássio e balançar a rede: 2 a 0 para o RB. Ramiro, com um belo chute de longe, ainda tentou diminuir, a bola passou perto, mas fora do gol. Assim, a partida foi para o intervalo com os visitantes em uma noite mais inspirada.

Mancini mexe no time, mas RB continua melhor no segundo tempo

Na volta do vestiário, Vagner Mancini tirou seus dois pontas: Mateus Vital e Gustavo Mosquito, e colocou em campo Otero e Léo Natel, mas as substituições não surtiram efeito. Além disso, o Bragantino continuou mais perigoso para ampliar o placar, pecando sempre no excesso de preciosismo ou nas tomadas de decisão, já que o adversário deu muito espaço até para golear.

Ricardo Ryller e Claudinho tiveram chances para marcar perto dos 20 minutos, quando Mancini tirou Jô e Cazares para colocar Everaldo e Luan. Logo em seguida, em chute de fora da área, quase Otero marcou um belo gol, mas a bola foi para fora. Alguns minutos depois, Ramiro outra vez arriscou de longe e exigiu grande defesa do goleiro Cleiton, na melhor chance da segunda etapa.

Enquanto os visitantes desperdiçavam oportunidades de ampliar, e Cássio fazia um milagre em cabeceio de Ligger, os mandantes buscavam, na base da raça, o gol de honra. Léo Natel, dentro da área, finalizou, mas ficou fácil para Cleiton defender. Antes do término do jogo, Cuello tentou um recuo mal feito para o goleiro, e Fábio Santos quase tocou para o gol, mas Léo Ortiz salvou em cima da linha. Foi a última chance corintiana para tentar diminuir o marcador.

E agora?

Com a vitória, o Red Bull Bragantino sobe para a 11ª posição no Brasileirão e vai a 44 pontos, colando no Corinthians, em 10º, com 45 e um jogo a menos. Na próxima quinta-feira, o Timão vai até Salvador para enfrentar o Bahia, em partida atrasada da 30ª rodada. Enquanto o RB vai até Porto Alegre, no próximo domingo, para pegar o Internacional, líder do campeonato, pela 33ª rodada.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 X 2 RED BULL BRAGANTINO
Local:
Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Data-Hora: 25/1/2021 - 20h
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Fifa/RJ)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Michael Correia (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Everaldo, Gabriel Pereira, Otero, Ramiro e Léo Natel (COR) Cuello, Léo Ortiz, Aderlan e Helinho (RBB)
Cartões vermelhos: -
Gols: Helinho (1'/1ºT) (0-1) e Claudinho (41'/1ºT) (0-2)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Ramiro (Gabriel Pereira, aos 34'/2ºT); Gustavo Silva (Léo Natel, no intervalo), Cazares (Luan, aos 19'/2ºT) e Mateus Vital (Otero, no intevalo); Jô (Everaldo, aos 19'/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Raul, Ricardo Ryller (Eric Ramires, aos 22'/2ºT) e Claudinho (Bruno Tubarão, aos 28'/2ºT); Artur (Leandrinho, aos 46'/2ºT), Helinho (Cuello, aos 22'/2ºT) e Ytalo (Hurtado, aos 28'/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.