Goiás x Fluminense

Fred marcou o segundo gol do Fluminense contra o Goiás (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

Luiza Sá
07/10/2020
22:31
Rio de Janeiro (RJ)

Os seis gols ajudam a traduzir o que foi a vitória por 4 a 2 do Fluminense contra o Goiás, na Serrinha, nesta quarta-feira, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em confronto animado, Rafael Moura marcou duas vezes para os donos da casa, que não se fecharam, mas sofreram com os habituais problemas defensivos. Para os visitantes, Yago Felipe, Fred, Nenê e Digão balançaram a rede em noite de festa para o centroavante, que chegou aos 300 jogos com a camisa tricolor.

Com esse resultado, o time de Enderson Moreira fica ainda mais afundado na zona de rebaixamento e segue na lanterna com 10 pontos e três jogos a menos. No sábado, encara o líder Atlético-MG. Já os comandados de Odair Hellmann sobem para a sexta posição, com 21 pontos. No domingo, o Flu recebe o Bahia.

GOL DO ARTILHEIRO

Mesmo como visitante, o Fluminense iniciou a partida impondo seu ritmo e tendo a posse da bola na maior parte do tempo. Mesmo assim, o Tricolor criou poucas oportunidades de perigo real, até chegando ao gol com Yago Felipe, mas houve impedimento. O Goiás, por outro lado, não se escondeu da partida e pressionou, com quatro boas chances antes de Rafael Moura, aos 21 minutos, balançar a rede. Vinicius Lopes recebeu em velocidade de Jefferson pela esquerda e cruzou para o atacante bater no cantinho de Muriel.

LEI DO EX DE NOVO

Após abrir o placar, o time da casa melhorou e passou a tomar as iniciativas da partida, levando mais perigo a Muriel, mas sem eficiência. O Flu, quase incapaz de finalizar, conseguiu o primeiro chute ao gol aos 39 minutos, com uma cabeçada de Digão e bela defesa de Tadeu. Mesmo neste cenário, o gol veio em seguida. Fernando Pacheco cruzou pela esquerda e Hudson ajeitou para Yago Felipe, desta vez com o lance valendo, bater com categoria e deixar tudo igual. O Fluminense ainda chegou a marcar mais uma vez, com Hudson, mas novamente foi dado impedimento no lance.

VAI TE PEGAR

O Fluminense voltou mais atento na segunda etapa e precisou de seis minutos para virar a partida. No dia em que completou 300 jogos com a camisa do Fluminense, Fred recebeu o passe de Caio Paulista pelo alto, se livrou da marcação e cabeceou para o fundo do gol. Foi a 174ª vez que o camisa 9 marcou pelo Tricolor e o segundo nesta temporada.

QUE JOGO!

O confronto continuou aberto após o gol de Fred e, apesar de o Goiás demorar alguns minutos para voltar a levar perigo, a equipe engatou uma boa sequência de oportunidades até empatar novamente. Muriel havia acabado de fazer uma defesa milagrosa, mas não teve jeito. Aos 20 minutos, o árbitro assinalou a penalidade depois de ver um toque de mão do zagueiro Digão na área. Rafael Moura foi para a cobrança e acertou no cantinho para igualar novamente o placar. Entretanto, a reação foi rápida. Aos 24, Hudson desarmou e deu o passe para Nenê dar uma chapada no canto e recolocar o Fluminense na frente.

MAIS TRANQUILIDADE

Se Digão foi o responsável por quase colocar tudo a perder no Fluminense, foi dele também o gol que sacramentou a vitória tricolor na Serrinha. Aos 30 minutos, após cruzamento de Danilo Barcelos, o zagueiro tentou uma vez, a bola bateu na defesa e voltou nele, que marcou. Se afundando ainda mais, o Goiás chegou ao sétimo gol sofrido em dois jogos neste Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 x 4 FLUMINENSE
Data-Hora:
07/10/2020, às 20h30
Local: Estádio Hailé Pinheiro - Serrinha, Goiânia (GO)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP- FIFA)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP-FIFA) e Evandro de Melo Lima (SP)
Árbitro de vídeo: José Cláudio Rocha Filho (SP)

Cartões amarelos: Breno, Ratinho (GOI), Yago Felipe, Fernando Pacheco (FLU)
Cartões vermelhos: -
Gols: Rafael Moura (21'/1ºT) (1-0), Yago Felipe (40'/1ºT) (1-1), Fred (6'/2ºT) (1-2), Rafael Moura (21'/2ºT) (2-2), Nenê (24'/2ºT) (2-3), Digão (30'/2ºT) (2-4)

GOIÁS: Tadeu; Edilson, Fábio Sanches, Heron e Jefferson (Shaylon - 27'/2ºT); Breno, Ratinho e Ignacio Jara (Caju - intervalo); Victor Andrade (Mike - 11'/1ºT (Vidal - 40'/2ºT)), Rafael Moura e Vinícius. Técnico: Enderson Moreira.

FLUMINENSE: Muriel, Igor Julião (Daniel - 43'/2ºT), Nino, Digão e Danilo Barcelos; Hudson (Wisney- 49'/2ºT), Dodi, Yago Felipe, Nenê (Christian - 49'/2ºT); Fernando Pacheco (Caio Paulista - intervalo) e Fred (Felippe Cardoso - 22'/2ºT). Técnico: Odair Hellmann.