Rafael Marson
30/06/2021
20:58
São Paulo (SP)

Em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro 2021, o Palmeiras venceu o Internacional por 2 a 1 no estádio Beira-Rio. Deyverson  abriu o placar para os visitantes, Edenílson, de pênalti, igualou o jogo. Danilo sacramentou a partida aos 43 da etapa final. Kuscevic foi expulso no segundo tempo.

Veja como ficará o novo estádio do Pacaembu e previsão de entrega

O Verdão chega aos 16 pontos, ultrapassa o Fortaleza e assume o terceiro lugar no Brasileirão. Já o Inter segue sem vencer em casa no torneio, permanece com nove pontos, na parte de baixo da tabela.

Na próxima rodada, os comandados de Aguirre viajam até São Paulo para encarar o Corinthians, sábado (3), às 21h. A equipe de Abel Ferreira enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro, domingo (4), às 16h.

DEYVERSON NÃO PERDOA

A partida começou com um ritmo lento, mas o Palmeiras conseguiu abrir o placar aos oito minutos. Raphael Veiga aproveitou rebote do escanteio e chutou forte. Deyverson conseguiu dar um leve desvio, inaugurando o placar no Beira-Rio.

O Internacional tentou esboçar um reação pelo alto, com Caio Vidal, mas ele parou no goleiro Jailson.

Internacional x Palmeiras - Comemoração SEP
Verdão saiu na frente no Sul (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

JOGO MORNO

O Verdão dominava as ações no meio-campo, enquanto o Colorado pressionava a saída de bola adversária. Aos 24, Yuri Alberto recebeu de costas, dominou e finalizou, obrigando Jailson a fazer defesa em dois tempos.

A equipe da casa passou a incomodar mais os visitantes. Aos 35, Caio Vidal fez boa jogada pela direita e cruzou para a área. Patrick passou para Edenílson, que de cabeça, emendou para o gol, mas Jailson fez nova defesa.

Na sequência. Gustavo Scarpa deu lançamento primoroso para Breno Lopes ampliar o marcador, mas o bandeirinha flagrou impedimento no lance.

SEGUNDO TEMPO QUENTE

Na volta do intervalo, ambas equipes voltaram com mais intensidade e aptidão ofensiva, explorando os espaços deixados por cada um.

Aos 10, Edenílson deu bom lançamento para Yuri Alberto pela direita. O atacante bateu cruzado, e a bola foi para fora.

A resposta do Palmeiras veio com Raphael, aos 13 minutos. Zé Rafael fez jogada pela esquerda e achou Raphael Veiga livre na área. O camisa 23 pegou de primeira, e Daniel fez ótima defesa, evitando o segundo gol palmeirense.

EXPULSÃO E EMPATE

A equipe da casa, que voltou melhor na segunda etapa, chegou ao empate após Kuscevic empurrar Caio Vidal na área. Depois de checar o VAR, o árbitro Alessandro Alvaro Rocha de Matos marcou penalidade e expulsou o defensor alviverde.

Edenilson bateu com confiança e anotou seu quarto gol de pênalti no Brasileirão.

FORÇA ALVIVERDE NO FIM

Com um homem a menos, Abel Ferreira fez três alterações no Palmeiras. Aguirre optou por tirar atletas defensivos, e lançou sua equipe ao ataque.

Nos 10 minutos finais, Yuri Alberto quase virou o jogo de cabeça, mas Jailson apareceu fazendo outra grande defesa.

Aos 43, Danilo Barbosa puxou contra-ataque e achou Danilo sozinho na área. Ele pegou estranho na bola, mas conseguiu anotar o segundo gol palmeirense na noite.

FICHA TÉCNICA
Internacional 1 x 2 Palmeiras
Data:
30 de Junho de 2021, domingo
Horário: 19h (horário de Brasília)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre-RS
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior - AB/RS
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos - FIFA/BA e Victor Hugo Imazu dos Santos - AB/PR
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior - AB/PE, Clovis Amaral da Silva - AB/PE e Marcos André Gomes da Penha - CBF/ES
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Caio Vidal, Rodrigo Dourado e Cuesta (INT)
Cartões vermelhos: Kuscevic (PAL)
Gols: Deyverson (9'/1ºT) (0-1); Edenílson (19'/2ºT) (1-1) e Danilo (43'/2ºT) (1-2)

INTERNACIONAL: Daniel; Saravia (Vinícius Mello, 26/2ºT), Pedro Henrique, Cuesta e Heitor; Rodrigo Dourado (Boschilia, 26/2ºT), Johnny e Edenilson; Caio Vidal, Yuri Alberto e  Patrick. Técnico: Diego Aguirre

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha (Gabriel Menino, 24/2ºT), Luan, Kuscevic e Renan; Danilo, Zé Rafael (Danilo Barbosa, 24/2ºT) Gustavo Scarpa (Danilo Barbosa, 25/2ºT); Raphael Veiga (Patrick de Paula, 48/2ºT), Deyverson e Breno Lopes (Victor Luís, 1/2ºT). Técnico: Abel Ferreira