David Nascimento
31/08/2019
21:05
Rio de Janeiro (RJ)

Em um jogo sem muitas dificuldades, o Santos venceu a Chapecoense por 1 a 0 na noite deste sábado, na Arena Condá, em Chapecó (SC). Os comandados de Jorge Sampaoli pressionaram desde o minuto inicial pelo gol da vitória que deu a liderança, mesmo que de forma provisória, para o Peixe novamente no Campeonato Brasileiro, mas foi dos pés de Gum, contra, que o tento acabou sendo marcado. Os catarinenses pressionaram no fim, mas sem efetividade.

Com o resultado, o Santos chegou a 36 pontos, reassumindo a liderança do Campeonato Brasileiro de maneira provisória - terá de torcer para que o Flamengo não derrote o Palmeiras neste domingo para se manter em primeiro lugar ao fim da rodada. Já a Chapecoense seguiu com 14 pontos, na 17ª posição, dentro da zona de rebaixamento. Ambas as equipes voltam a campo no próximo dia 8: enquanto os paulistas recebem o Athletico, os catarinenses visitam o CSA.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR E SIMULAR A TABELA DA COMPETIÇÃO

PRESSÃO... ATÉ O GOL CONTRA!
Na busca para retornar ao primeiro lugar do Campeonato Brasileiro, os comandados de Jorge Sampaoli começaram a partida pressionando a Chapecoense, mesmo com o jogo fora de casa. Soteldo teve uma boa chance logo aos quatro minutos, com a bola tirando tinta da trave defendida pelo goleiro Tiepo. O cenário continuou até que o time de Emerson Cris, nervoso, acabou cedendo um gol contra para o Peixe: aos 38 minutos, Soteldo cruzou e Gum desviou de cabeça para seu próprio gol, 1 a 0 Santos.

E MAIS PRESSÃO
Depois de ter marcado o gol contra, a Chapecoense ainda demorou um pouco para acordar e sair para o jogo. Ainda no primeiro tempo, aos 49 minutos, Eduardo Sasha desperdiçou excelente oportunidade de ampliar após passe na medida de Felipe Jonatan. Já na volta do intervalo, aos seis, Lucas Veríssimo teve chance após cruzamento de Evandro. O jogo se manteve travado até aos 22, quando os catarinenses chegaram pela primeira vez - Henrique Almeida bateu forte no canto, errando por bem pouco.

TENTATIVAS EM VÃO
Apenas no fim do jogo que a Chapecoense foi mais efetiva no campo ofensivo. Após Eduardo Sasha perder duas oportunidades praticamente seguidas, os catarinenses se jogaram ao ataque. Aos 39 minutos do segundo tempo, Bruno Pacheco achou Everaldo, que cabeceou forte no meio do gol, mas o goleiro Éverson defendeu. A partida seguiu com cinco minutos de acréscimo, mas nada mudou. Vitória do Santos por 1 a 0 em um jogo fácil, sem muitas dificuldades e, agora, secando o Flamengo.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 X 1 SANTOS


Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data/hora: 31/8/2019, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ) - Nota LANCE!: 6,5 (não teve muito trabalho, acertando nos lances mais importantes)
Assistentes: Thiago Henrique Neto (RJ) e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ)
Árbitro de vídeo: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Gramado: Bom
Público/renda: 9.053 torcedores/R$ 236.995,00
Cartões amarelos: Arthur Gomes, Eduardo (CHA) e Diego Pituca, Éverson, Victor Ferraz, Soteldo (SAN)
Cartão vermelho: -

GOL: Gum - contra 38'/1ºT (0-1)

CHAPECOENSE: Tiepo, Eduardo, Gum (Diego Torres 36'/2ºT), Rafael Pereira (Henrique Almeida 20'/2ºT), Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Camilo (Aylon 29'/2ºT) e Gustavo Campanharo; Arthur Gomes e Everaldo. Técnico: Emerson Cris.

SANTOS: Everson, Lucas Veríssimo, Aguilar, Victor Ferraz, Gustavo Henrique e Felipe Jonatan (Carlos Sánchez 15'/2ºT); Diego Pituca e Evandro (Jean Mota 37'/2ºT); Soteldo, Derlis González (Alison 15'/2ºT) e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli.