Julia Mazarin
14/05/2022
18:31
São Paulo (SP)

Em jogo muito equilibrado, o Palmeiras venceu o RB Bragantino na tarde deste sábado, no Allianz Parque, pela sexta rodada do Brasileirão. O primeiro triunfo do Verdão em casa na competição foi construído com gols de Danilo e Raphael Veiga, de pênalti.

GALERIA
> Quem é o melhor batedor de pênaltis do Brasil? Saiba números 

TABELA
> Clique e confira a tabela completa e simulador do Brasileirão!

Verdão acelera desde o começo e vai para o intervalo em vantagem

O Palmeiras começou o jogo com domínio da posse de bola e acelerando no ataque. Logo no primeiro minuto, a equipe alviverde quase inaugurou o marcador quando Gustavo Scarpa encontrou um cruzamento rasteiro para dentro da área, mas Rony não chegou na bola e a defesa do RB Bragantino afastou o perigo.

Aos oito, o clube de Bragança Paulista tentou levar perigo para a defesa do Verdão com uma bela jogada de Hyoran, ex-Palmeiras, mas o meia Danilo recuperou a bola na entrada da área.

GUIA DO BRASILEIRÃO
> Multicampeão, Palmeiras vai buscar título inédito na era Abel

Apesar da posse de bola ser maior, os mandantes encontraram uma marcação pressão complicada na saída de bola. Sendo assim, a equipe procurou executar jogadas de profundidade pelas linhas laterais, principalmente com Mayke e Dudu.

A torcida palmeirense presente no Allianz Parque entoou o grito de gol aos 19 minutos da primeira etapa, quando Scarpa cobrou um escanteio curto para Mayke, que devolveu o passe para o meia. Ele cruzou, e Rony tocou de cabeça para o fundo do gol. Contudo, a felicidade não durou muito. O VAR entrou em ação e concluiu que a posição do camisa 10 era irregular no momento do cabeceio. Ainda tudo igual.

Já aos 30’, uma falta na entrada da área do RB Bragantino deu a chance do grito não ficar preso na garganta do torcedor. Gustavo Scarpa bateu, e Danilo, convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira, desviou de cabeça para abrir, de fato, o placar. Esse foi o segundo gol consecutivo do volante nesta semana.

Depois, aos 36, Rony apostou velocidade com o zagueiro Léo Realpe e ganhou, ficando cara a cara com Cleiton. Porém o atacante chutou fraco e foi tranquilo para o goleiro do Massa Bruta.

O time visitante tentou uma reação já nos últimos minutos de primeiro tempo, quando Hyoran, de novo, criou uma boa chance, mas Murilo fez uma boa sequência de desarmes e impediu o avanço. Sorriso, de fora da área, também tentou, mas a bola foi para fora. E, assim, já aos 45’, depois que Dudu chutou e Cleiton defendeu, o Verdão foi para o intervalo com 1 a 0 no placar.

Palmeiras x Bragantino
Danilo marcou o primeiro gol do verdão (Foto: Cesar Greco / Palmeiras)

Verdão deixa intensidade cair, mas não vê resultado comprometido

Apesar de ter voltado do vestiário com a mesma busca intensa pelo jogo, o Palmeiras pecou na desatenção em um primeiro momento. Tomando proveito disso, aos cinco minutos, Guilherme levantou para dentro da área palmeirense e Aderlan ajeitou para Bruno Tubarão, que perdeu a bola. Na tentativa de rebote de Eric Ramires, a bola explodiu na defesa.

Aos 11’, o Alviverde tentou responder com um chute de fora da área de Raphael Veiga, mas Cleiton defendeu sem maiores dificuldades. Poucos minutos depois, Dudu também tentou, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Após boa chegada de Gustavo Scarpa, Cleiton fez rápida reposição, mas o ataque do Massa Bruta não conseguiu aproveitar a oportunidade e deixou a defesa alviverde tranquila.

O setor defensivo do clube de Bragança Paulista seguia todo na grande área, o que dificultou a vida do Verdão nas criações de jogadas mais elaboradas, enquanto o Palmeiras deixava a intensidade diminuir conforme o tempo ia passando.

Rafael Navarro entrou e tentou resolver na base da insistência. Aos 37 minutos, recebeu bom passe de Raphael Veiga após tabela limpa entre Atuesta e Breno Lopes, mas a defesa do Braga colocou para escanteio.

Com sete minutos de acréscimos dados pela arbitragem, a equipe de Abel Ferreira apenas cadenciou a partida e fez de tudo para garantir o resultado simples. Já no último lance do jogo, Breno Lopes foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti para o Verdão.

Raphael Veiga cobrou e segue impecável em cobranças na marca da cal. São 23 acertos e 100% de aproveitamento. Vale lembrar que esses foram os primeiros três pontos do Palmeiras em casa na atual temporada do Brasileirão.

E agora?

As duas equipes ‘viram a chave’ e voltam o foco para a Copa Libertadores da América. Na próxima quarta-feira (18), o Palmeiras receberá o Emelec, do Equador, às 19h, no Allianz Parque, pela quinta rodada da fase de grupos do torneio. O RB Bragantino, por sua vez, entra em campo mais cedo, na terça (17), às 19h15, quando recebe o Estudiantes, da Argentina.

Ficha técnica

PALMEIRAS 2 X 0 RED BULL BRAGANTINO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 14/5/2022, às 16h30
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (Fifa/SP)
Público/Renda: 36.123 torcedores/R$ 2.267.245,54
Cartões amarelos: Gustavo Gómez e Mayke (PAL); Natan e Nathan Camargo (RB)
Gol: Danilo (30'/1ºT) (1-0) e Raphael Veiga (51'/P/2ºT) (2-0)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Gustavo Garcia, aos 36'/2ºT), Gustavo Gómez, Murilo e Jorge (Vanderlan, aos 36'/2ºT); Danilo, Zé Rafael (Atuesta, aos 24’/2ºT) e Raphael Veiga; Gustavo Scarpa, Dudu (Breno Lopes, aos 24’/2ºT) e Rony (Rafael Navarro, aos 27'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

RB BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Realpe, Natan e Guilherme (Nathan Camargo, aos 23'/2ºT); Raul, Eric Ramires (Luan Cândido, aos 12'/2ºT), Hyoran (Artur, aos 12'/2ºT) e Bruno Tubarão (Helinho, aos 23'/2ºT); Hurtado e Sorriso (Ytalo, no intervalo). Técnico: Maurício Barbieri.

Clique aqui e ganhe R$50 para jogar no Galera.bet