Gabriela Brino e William Correia
09/07/2017
06:05
Santos (SP)

O jogo das 19h deste domingo, na Vila Belmiro, terá como esperanças de gols centroavantes em momentos bem distintos. O Santos tem a seu favor Kayke, em momento de ascensão no clube, enquanto o São Paulo confia na reação de Lucas Pratto para encerrar um jejum de seis jogos, exatamente no único clássico em que não balançou as redes ainda pelo time.

Dono de nove gols na temporada, Kayke empatou a artilharia do Santos com Vitor Bueno, mas com sete jogos a menos. E ganhou a oportunidade de ultrapassar o camisa 7 neste domingo, em clássico com o São Paulo, às 19h, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.

Em ótima fase, o atacante coroou o Peixe com sua primeira vitória em clássicos na temporada, contra o Palmeiras por 1 a 0 no Brasileirão. Com todos os feitos, Kayke acredita estar entre as melhores fases de sua carreira.

- É um dos meus melhores momentos na carreira. Quando se tem sequência as possibilidades aumentam. A minha aumentou no Santos e espero seguir marcando gols e ajudando a equipe - disse ao LANCE!

Após suprir a ausência de Ricardo Oliveira, o atleta conquistou a confiança do técnico Levir Culpi, que, após o jogo contra o Atlético-PR, o definiu como ótimo, forte e 'finalizador'.

Características que também definem Lucas Pratto. O argentino é o artilheiro do time no Brasileiro, com três gols (todos no Morumbi), e o segundo jogador que mais balançou as redes pelo São Paulo na temporada: são dez gols em 24 jogos, atrás dos 12 que Gilberto fez nas 23 partidas que realizou neste ano.

Mas o momento do camisa 14 não é bom, o que também explica a má fase são-paulina. Já são seis jogos sem marcar gol, exatamente o tempo que o time não ganha, em sequência que derrubou o Tricolor para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro (está em antepenúltimo lugar).

Apesar da falta de gols, Pratto segue sob intensos elogios por conta de seu estilo brigador. E é por conta desse espírito que o centroavante de 29 anos, chamado de Urso pela torcida, que o técnico interino Pintado confia que ele balançará as redes do único rival que lhe falta com a camisa tricolor.

Contratado pelo São Paulo em fevereiro, o argentino já marcou contra o Corinthians, na segunda semifinal do Campeonato Paulista (1 a 1, em Itaquera, em 23 de abril), e contra o Palmeiras, no Brasileiro (2 a 0, no Morumbi, em 27 de maio). Enfrentará o Santos pela primeira vez como atleta do Tricolor neste fim de semana.