Juventude x Athletico

Foto: Gustavo Oliveira/athletico.com.br

LANCE!
06/06/2021
20:09
Futebol Latino

No Alfredo Jaconi, o Athletico conquistou a segunda vitória no Brasileirão ao bater o Juventude por 3 a 0, com gols de Jadson (2) e Nikão. O Jaconero permanece com apenas um ponto.

Calendário

Na próxima rodada, os dois times jogam como visitantes. O Juventude encara o Santos na Vila e o Athletico mede forças com o Grêmio, em Porto Alegre.

Etapa morna

Os primeiros 45 minutos foram complicados para os torcedores de Juventude e Athletico. O duelo foi grande no lado tático e quase nenhuma chance foi criada. No total, cada time chegou ao menos uma vez. Pelo lado do Furacão, Carlos Eduardo assustou em finalização e a resposta do Ju veio com Matheus Peixoto, que entrou de cabeça após cruzamento e a bola saiu pela linha de fundo.

Jadson decide

Na primeira boa jogada trabalhada da partida, nos primeiros segundos da etapa inicial, o Athletico balançou a rede. Marquinhos recebeu e cruzou na medida para Jadson, que testou firme e marcou. Pouco depois, Jadson aproveitou o corta luz de Carlos Eduardo e soltou o pé para ampliar, 2 a 0.

Sem reação

Com dois jogos rápidos, o Juventude não conseguiu reagir dentro de campo. O time de Marquinhos Santos sentiu o golpe e foi uma presa fácil ao Furacão.

Nikão

Na reta final do jogo, Nikão aproveitou o cruzamento de Terans e soltou o pé. Marcelo Carné nada pôde fazer e o meia-atacante comemorou o terceiro do Furacão.

JUVENTUDE 0 X 3 ATHLETICO
Local:
Alfredo Jaconi, Caxias do Sul (RS)
Data-Hora: 06/6/2021 – 18h15
Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli (MG)
Auxiliares: Celso Luiz da Silva (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos:
(JUV), Alvarado, Matheus Babi (CAP)
Cartões vermelhos: –
Gols:
Jadson (1’/2ºT) e (6’/2ºT) Nikão (43’/2ºT)

JUVENTUDE: Marcelo Carné; Michel, Victor Mendes, Rafael Foster (Cleberson, aos 37/2ºT) e Alyson; João Paulo (Matheus Jesus, aos 23/2ºT), Guilherme Castilho e Wescley; Capixaba (Marcos Vinicios, aos 23/2ºT), Chico e Matheus Peixoto (Fernando Pacheco, aos 37/2ºT). Técnico: Marquinhos Santos.
ATHLETICO: Santos; Marcinho, Zé Ivaldo, Marcelo Heleno e Nicolas; Alvarado (Richard, aos 25/2ºT), Léo Cittadini, Fernando Canesin (Nikão, aos 16/2ºT) e Jadson (Terans, aos 36/2ºT); Carlos Eduardo (Vitinho, aos 35/2ºT) e Matheus Babi (Renato Kayser, aos 36/2ºT). Técnico: Antônio Oliveira.