Botafogo x Juventude

Botafogo precisa vencer para avançar à próxima fase da Copa do Brasil (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

LANCE!
06/04/2019
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Contra o Juventude, no jogo de ida, Zé Ricardo conseguiu escalar João Paulo na equipe titular após dois meses e meio. Ele entrara com a camisa 10 e a faixa de capitão, simbolizando a importância de uma sequência de um dos líderes do elenco. No entanto, a sua expulsão fará com que o treinador volte a modificar a formação do meio-campo alvinegro. 

Diante das últimas escalações, é seguro apostar nas manutenções de Alex Santana e Cícero dentre os 11. Assim, caso não queira alterar o esquema, Zé Ricardo deve optar por Bochecha ou Jean e liberar os outros dois para estarem mais próximos da área e explorarem um forte atributo: a finalização de fora - algo que faltou no jogo da ida, encerrado em 1 a 1 no Estádio Nilton Santos. 

- Poderíamos ter sido mais agressivos no primeiro tempo, trocar os passes um pouco mais rápido, buscar o jogo pelos lados do campo. Conseguimos neutralizar alguns contra-ataques, não me lembro do Gatito fazer nenhuma intervenção. Mas não fomos competentes no primeiro tempo em criar oportunidades. No segundo tempo tivemos mais calma, volume pelo lado, criamos as chances, faltou finalização de fora da área. O que o torcedor pode esperar é uma equipe sempre vibrante, guerreira. Precisamos melhorar sim, mas temos condições de avançar - comentou Zé, em entrevista coletiva. 

Não dá para descartar Leo Valencia, que, segundo o próprio comandante, tem uma considerável expectativa para retornar (após trauma na panturrilha esquerda) na próxima quinta. Com o chileno, o Alvinegro voltaria a ter um apoiador de origem e ganharia no quesito bola parada. 

Ainda corre por fora Gustavo Ferrareis, que atuou os dois últimos jogos da Taça Rio na meia - embora prefira atuar na ponta. O fato é que, a partir deste sábado, serão cinco sessões de treinamento para fazer com que a engrenagem do setor enfim apresente fluidez e criatividade.

A partida da volta será realizada às 19h15 (de Brasília), do dia 4, no Alfredo Jaconi. Qualquer empate leva a decisão aos pênaltis.