Botafogo x Juventude - Zé Ricardo

Zé Ricardo foi demitido do Botafogo (Foto: Delmiro Junior PHOTO PREMIUM)

Lazlo Dalfovo
12/04/2019
20:01
Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo chegou no Rio de Janeiro após a derrota para o Juventude, pela Copa do Brasil, nesta sexta-feira. Diferente dos jogadores do elenco, que saíram do aeroporto ainda na pista de pouso, Zé Ricardo saiu do local pelo saguão principal e foi perseguido até a porta de desembarque e xingado por alguns dos torcedores que estavam presentes.

De forma violenta, alguns torcedores seguiram o treinador até a saída do aeroporto e chutaram o táxi que Zé Ricardo havia entrado para ir embora do local. Ao lado do técnico estava Flávio Tênius, preparador de goleiros do clube de General Severiano.

Entre os chutes e os xingamentos, os torcedores protestaram pelo campanha do Botafogo no Campeonato Carioca e pelo uso de Kieza, um dos personagens principais da eliminação na Copa do Brasil, após perder um gol sem goleiro na partida de ida, disputada no Estádio Nilton Santos.

Demitido na manhã desta sexta-feira, Zé Ricardo se pronunciou e agradeceu a todos pelos oitos meses em que esteve à frente do clube de General Severiano. Confira o pronunciamento:

"Após oito meses tendo a honra de defender as cores do Botafogo de Futebol e Regatas, me despeço do clube agradecido pelo respeito com o qual fui tratado pela diretoria, comissão técnica, funcionários, atletas e torcedores.

Apesar do bom desfecho no ano passado, com as metas atingidas, o planejamento para 2019 não aconteceu da forma como todos queríamos.

Desejo ao clube muito sucesso na sua caminhada."