Treino Botafogo - Eduardo Barroca

Eduardo Barroca é o novo treinador do Botafogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Lazlo Dalfovo e Sergio Santana
18/04/2019
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Eduardo Barroca retorna ao Botafogo com a missão de reencontrar o caminho das vitórias com o time principal. Conhecido por ter sido treinador do time sub-20 em 2016 e 2017, o comandante não é um rosto novo para grande parte dos jogadores do elenco. Além disso, alguns torcedores também possuem noção do modo de trabalho do comandante, campeão brasileiro e carioca com a base, que é de valorizar a posse da bola.

Obviamente, não espera-se que Barroca consiga, logo nos primeiros treinos, colocar completamente o modo de jogo que considera como certo. Na coletiva de apresentação, o treinador destacou que é preciso trabalhar para conquistar resultados a curto prazo e, após isso, pensar em consolidar um modelo para as atuações e desenvolvê-lo junto aos jogadores. 

- Li muita coisa sobre essa questão do meu estilo. Meu estilo vai ser conseguir resultados a curto prazo. Sei que o Botafogo precisa de resultados imediatos. Vou pautar meu trabalho nesse primeiro momento em três partes em ordem de importância: conseguir resultados a curto prazo, que é o que o clube mais precisa; segundo: jogar um futebol que a torcida gosta e pela experiência no clube sei como é, e por último poder junto com isso desenvolver os jovens jogadores do clube para que a gente consiga aproveitá-los da melhor forma possível - afirmou Barroca, na apresentação ao Botafogo.

Nos primeiros treinos, é possível perceber que Eduardo Barroca trabalha nas questões de pressão na saída de bola do adversário e dos toques rápidos na bola, buscando um ataque dinâmico. Em contato com o LANCE!, Tiano Gomes, coordenador geral das categorias de base do Botafogo, elogiou a contratação.

- Vejo o Barroca como uma excelente contratação para o Botafogo. Todo mundo está falando pelo relacionamento, pelo carinho que todos têm por ele, mas acho que a principal coisa que devemos ressaltar é a competência dele. Se ele está aqui, é merecimento, é pelo trabalho dele. Essa é a principal coisa que o Botafogo tem que aproveitar. É um cara que vai agregar muito com os jogadores, não só dos meninos da base, mas todos do elenco. Tenho certeza que ele não vai deixar essa oportunidade passar. É um clube que ele tem muito carinho. Temos que valorizá-lo pela competência - comentou.

Eduardo Barroca - Botafogo
Barroca terá primeira chance no profissional (Foto: Reprodução/BFR)

Tiano ressaltou o estilo possessivo de Eduardo Barroca, mas não se arrisca em dizer qual será a cara do Botafogo treinado por ele na categoria profissional, justamente por conta da necessidade de uma resposta positiva. Apesar de elogiar o trabalho do comandante nas categorias inferiores, o gerente da base afirma que não sabe se o estilo a partir dos toques será, por ora, repetido.

- O perfil dele na base ele ressaltou bem (na coletiva). No profissional, o Botafogo precisa de resultados a curto prazo e ele vai buscar isso. De quê maneira eu não sei. Eu trabalhei com ele e falou que os jogadores serão protagonistas. Não citou em momento algum esse jogo de posse, que ele fez muito bem na base, mas ele falou das vitórias. A maneira de jogo ele vai apresentar aos atletas e, dependendo de como se encaixar, ele vai definir um padrão para a equipe - completou.

É natural que Eduardo Barroca busque nos primeiros treinos colocar em prática o estilo de jogo baseado na posse de bola, formação que usa desde o começo da carreira. A prioridade, porém, será conquistar resultados a curto prazo - em termos de Campeonato Brasileiro, o Botafogo faz seis dos nove primeiros jogos em casa -, mesmo que tenha que adotar uma postura mais pragmática para tal.