Jorge Wilstermann x Athletico-PR - Comemoração

Foto: Fábio Wosniak/Site Oficial

Futebol Latino
16/09/2020
11:31
Curitiba (PR)

Autor de um dos tentos da vitória na última terça-feira por 3 a 2 sobre o Jorge Wilstermann, o meio-campista argentino Lucho González tem outro importante motivo para ser celebrado nessa quarta-feira (16). Isso porque, há exatos quatro anos, o atleta era contratado como reforço do Athletico-PR vindo do River Plate.

Com larga experiência no futebol europeu e dono do segundo maior número de títulos como profissional (perdendo apenas para Lionel Messi), Lucho chegou ao Furacão e, até aqui, acumula 148 partidas com nove gols e quatro conquistas.

Além do acréscimo técnico, a personalidade e espírito de liderança exercido constantemente pelo nome de 39 anos de idade foram fatores de suma relevância, também, para que alguns elencos mais jovens do Athletico pudessem ter a chamada "força mental" em partidas decisivas. Não a toa, aliás, o seu apelido é "El Comandante". 

Foi inclusive baseado nesse argumento que o atleta exaltou a conquista dos três pontos em Cochabamba pela Libertadores:

- Foi um triunfo importantíssimo para nós, por tudo o que vínhamos vivendo, por tudo o que vinha acontecendo com nosso time. Mais uma vez, tivemos uma grande união, uma grande força mental. Não é fácil começar melhor no jogo e tomar um gol no momento em que não esperávamos. E aconteceu o mesmo no segundo tempo. Mas essa força mental, que o professor nos pede, serviu dentro de campo e conseguimos esta vitória importante.