O torcedor

Após desistir da ideia, o torcedor atleticano cumpriu a promessa de tatuar Patric no braço- Reprodução/ Redes Sociais

Valinor Conteúdo
05/04/2019
12:48
Belo Horizonte

Uma história inusitada aconteceu durante e após o jogo entre Atlético-MG e Zamora-VEN, pela Libertadores, na última quarta-feira, dia 3 de abril. Um torcedor atleticano postou em seu perfil no twiiter, @markinfnm, uma promessa. Caso o Galo virasse a partida sobre os venezuelanos que ganhavam o jogo no primeiro tempo por 2 a 0, tatuaria a imagem do lateral-direito Patric em seu braço. O jogador, que tem relação de amor e “ódio” com o torcedor , virou figura folclórica entre os seguidores do alvinegro.


Porém, como o Atlético-MG conseguiu virar a partida e vencer por 3 a 2, Markin “deu para trás” e disse que não faria mais a homenagem a Patric. Como as redes sociais não perdem tempo para a zoação, apareceu até um tatuador que se ofereceu para fazer o trabalho de graça, claro se o torcedor topasse cumprir a promessa.

Markin recebeu diversas mensagens incentivando e algumas até cobrando que ele cumprisse a promessa de colocar “Patricão da Massa” no braço. Entrando na piada, o atleticano colocou uma enquete no seu twitter se deveria ou não fazer a tatuagem. o resultado, claro, foi a favor da tatoo.

Markin cumpriu a promessa, o tatuador Tiago Scap fez o trabalho e agora o jogador do Galo está eternizado no braço do torcedor, que em um momento típico de amante do futebol, se deixou levar por um impulso e teve de arcar com as consequências.

Patric soube da “homenagem”, mas não curtiu muito a ideia, pois mais uma vez foi envolvido em uma situação em que seu futebol ficou em segundo lugar, dando origem a zoações e críticas ao seu futebol.