Cazares

Cazares ainda não conta com a confiança total do atual treinado do Galo- Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

Valinor Conteúdo
09/11/2018
17:26
Belo Horizonte

Todo cuidado é pouco para enfrentar o melhor time do Campeonato Brasileiro. Esse pensamento permeou a semana do Atlético-MG, que encara o Palmeiras no próximo domingo, dia 11 de novembro, às 17h, no Independência.

As precauções são tantas, que Levir Culpi escondeu a formação do time a semana toda, além de fazer treino fechado nesta sexta-feira. Porém, a escalação não deve ser muito diferente do que vem jogando. O mistério em torno do time está mais para o modo de jogar do que nos nomes a serem escalados.

A única dúvida de quem começa jogando está no meio de campo. Levir parece ter agradado do jogo que David Terans fez contra o Grêmio e pode ser mantido. Sendo assim, Cazares mais uma vez ficaria no banco de reservas. Luan, que cumpriu suspensão automática, volta ao time titular.

- Ainda não defini completamente a formação do time. A gente procura mexer o menos possível. A gente conversa com eles diariamente. Precisamos tomar atitude, o time precisa tomar atitude, precisamos vencer rapidamente para manter o time em condição para disputar a Libertadores ano que vem, disse Levir Culpi.

Portanto, o Galo deve ir à campo com Victor, Emerson, Léo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos. Adilson, Elias, Luan e Terans (Cazares); Chará e Ricardo Oliveira.