Atletico-MG x Gremio

Levir Culpi tem trabalhado muito o lado emocional dos jogadores  para a reta final do Brasileiro- Bruno Cantini / Atlético

Valinor Conteudo
09/11/2018
17:05
Belo Horizonte

O técnico Levir Culpi tem usado toda sua experiência para “blindar” o elenco do Atlético-MG neste momento instável do clube dentro de campo- e fora também.

Levir ressaltou um aspecto do futebol muito comum, mas pouco discutido: o imediatismo por resultados. A fala do treinador reforça o apelo de alguns líderes do grupo atleticano, como o goleiro Victor que não há como montar um time vencedor sem continuidade de trabalho.

- Aqui no Brasil ainda pensamos que as coisas são feitas por encanto. Que um jogador vai ser contratado e ele vai marcar gols imediatamente. A mesma coisa acontece com um técnico, disse Levir, que voltou a falar sobre a possibilidade de uma reação no campeonato.

- Mesmo sabendo que há um trabalho sendo pensado para a próxima temporada, temos de ter confiança de fazer uma virada agora. Vou por um time pra cima, ofensivo. Lutando com alegria pela vitória. A lógica é que tudo pode acontecer. O resultado contra o Palmeiras pode ser qualquer um, explicou.

Parceria com os torcedores e boa campanha

Levir Culpi, sendo bem político, abraçou a causa dos torcedores do Galo e cobrou da sua equipe mais atitude em campo, pois só assim o torcedor reconhecerá o esforço da equipe, mesmo se o resultado for ruim.

- Temos de mostrar para os torcedores que temos compromisso em buscar a vitória. E, se mostrarmos isso ao torcedor, ele vai aplaudir o time, disse, para em seguida fazer um elogio ao ano do clube, não considerando a temporada um desastre como se desenha e que nesta reta final de campeonato, manter um time base é essencial para se extrair algo extra da equipe.

- Vou procurar trabalhar dentro de uma base da equipe que vinha jogando. O Atlético-MG teve bons resultados. Não é vexatória a campanha. O problema são os rivais que a torcida odeia, estão na frente como o Palmeiras, Cruzeiro. Isso que incomoda eles. Mas vamos dar a vida em campo para buscar o objetivo da classificação. Todo mundo balançou este ano. Não só o Atlético-MG. Acho que só o Palmeiras manteve uma estabilidade. De resto, os demais clubes brasileiros sofreram na temporada como o Atlético, concluiu.