Sebastian Villa

Villa não deve seguir no Boca e o Galo era uma opção. Porém, a acusação de violência contra a namorada pesaram contra a sua contratação-(Foto: AFP)

Valinor Conteúdo
17/09/2020
16:45
Belo Horizonte

O presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, rechaçou a outro negócio indicado por Jorge Sampaoli para reforçar o clube mineiro A intenção do treinador em contar com o atacante Sebastián Villa, do Boca Juniors, gerou divisões internas e na torcida alvinegra, que se mostrou contrária à vinda do atleta, de 24 anos.

O mandatário atleticano postou a sua posição nas redes sociais sobre o interesse do Galo no jogador. Villa é acusado de agressão contra a ex-namorada, o que criou um ambiente ruim para a chegada e Villa ao clube alvinegro.

Sette Câmara citou diretamente o extracampo de Villa e colocou na publicação a hashtag #ViraEsseJogo, campanha contra a violência à mulher.

O presidente disse na postagem que “comissão e departamento de futebol têm independência para avaliar e indicar”, mas que a palavra final era dele. “Não vai vir também”.

O interesse do Atlético-MG em Villa foi noticiado pela imprensa da Argentina no fim de junho, com o Galo querendo o jogador por empréstimo com opção de compra. Na temporada 2019/2020, Villa fez 20 jogos, marcando dois gols e dando quatro assistências jogando pelo time argentino.