Rui Costa, novo diretor de futebol do Galo, acha exagerado o favoritismo dado do Cruzeiro na final do Mineiro

Costa superou nomes fortes do futebol como Alexandre Mattos, do Palmeiras, e Marcelo Djian, do Cruzeiro- Bruno Cantini/Atlético-MG

Valinor Conteúdo
18/05/2019
19:20
Belo Horizonte

O diretor de futebol do Atlético, Rui Costa, foi eleito na manhã desta sexta-feira (17) o melhor executivo de 2018, em evento realizado no Teatro CIEE, em São Paulo. Ele obteve 42% dos votos e tinha a concorrência de Alexandre Mattos, do Palmeiras, e Marcelo Djian, do Cruzeiro.

-Fico muito feliz e orgulhoso, é o reconhecimento de um trabalho marcante, com um significado importante para a minha carreira, que não teria êxito sem o apoio coletivo dos dirigentes, do elenco, da comissão técnica e dos funcionários", afirmou o dirigente, que viajou a capital paulista para receber o troféu-disse.

A premiação foi respectiva ao desempenho na temporada 2018, de acordo com os resultados alcançados em relação à capacidade de investimento de cada clube na categoria diretor executivo de futebol. Rui Costa deixou a Chapecoense em julho para assumir o Athletico-PR, que naquela ocasião estava na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Em quase seis meses de trabalho, ajudou o clube paranaense a encerrar a competição nacional na 7a posição, e a conquistar o inédito título da Copa Sul-Americana.

A eleição foi feita pelo Conselho de especialistas do Conafut, além de Júri Técnico e Júri Business, e o vencedor teve 70% de poder de voto do júri vindo dos especialistas principais da organização do evento. 20% de poder de voto veio dos participantes, e os outros 10% de júri popular (aberto no site).

-Espero que no próximo ano eu esteja aqui de volta, desta vez representando o Atlético. Estamos começando um trabalho com grandes objetivos, com o desejo de que todo o grupo de profissionais consiga colher os frutos que estão sendo plantados-completou Rui Costa.