Ramon Martinéz foi apresentado na Cidade do Galo pelo gerente de futebol, Marques

Ramon Martinéz foi apresentado na Cidade do Galo pelo gerente de futebol, Marques- (Bruno Cantini/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
26/06/2019
20:06
Belo Horizonte

O Atlético-MG apresentou o segundo reforço da “era” Rui Costa como diretor de futebol. O volante paraguaio Ramón Martínez teve sua primeira aparição como reforço atleticano. Ele teve contato com a imprensa na tarde desta quarta-feira, 26 de junho, na Cidade do Galo.

Martínez, que estava no Guarani-PAR, será o quinto jogador paraguaio a vestir a camisa do Atlético-MG na história. Já passaram pelo alvinegro os zagueiros Benítez, Cáceres e Ricardo Martínez e o atacante Pablito Giménez.

Em sua fala protocolar, Ramón Martínez, garantiu que sua principal característica é a raça dentro de campo, sendo, na visão dele, um adjetivo comum ao estilo de jogo paraguaio.

- Meu estilo de jogo é, antes de tudo, deixar tudo no campo, com a raça paraguaia. Sou um jogador que em cada partida vou entregar tudo de mim. Sou bom em recuperar a bola e entregar limpa para os meus companheiros. Creio que vou demonstrar o que viram. Os jogadores paraguaios deixaram uma boa imagem. Quando jogar, vou deixar tudo por esta camisa-disse.

O volante tem 23 anos e 1,86m e vai reforçar o meio de campo, disputando espaço com Elias, Zé Welison e Adílson entre os titulares.

Apesar da alta concorrência, Martínez espera deixar sua marca no Galo em sua passagem pelo clube alvinegro.

- Nem nos meus sonhos poderia imaginar jogar em um clube tão grande, que é campeão da América. Estou muito feliz. Meu primeiro objetivo é fazer o meu nome aqui. Quero ajudar ao clube, aprender com meus companheiros.
Questionado sobre como será sua torcida para o duelo entre Brasil e Paraguai, pela Copa América, nesta quinta-feira, 27 de junho, Ramón Martínez foi polido, disse que vai vibrar pelos compatriotas, mas que seu foco é no Galo.

- Serei um torcedor a mais. Estou concentrado aqui no Atlético. Vai ser uma boa partida de ver. Aqui são todos muito bons. Vou torcer para o Paraguai, mas não vou ter problema, apesar de estar concentrado no Atlético - finalizou.