Chapecoense x Atlético-MG

Vinícius é meia do Atlético-MG e fez o gol da vitória sobre o Botafogo, no jogo de ida das oitavas de final da Sul-Americana, no Rio de Janeiro- (Foto: Reprodução/Twitter)

LANCE!
24/07/2019
15:45
Belo Horizonte (MG)

Se alguns clubes pensam ainda em se reforçar para o segundo semestre, talvez esse seja o melhor momento. Sem ter sequência com o técnico Rodrigo Santana do Atlético-MG, Vinícius vem mostrando em campo que pode ser útil ao time. Com o meia, o Galo venceu quatro partidas, empatou uma e perdeu apenas para o líder Palmeiras, com poucos minutos do paranaense no jogo.

Como entrou em campo apenas seis jogos no Brasileiro, o jogador ainda é opção para todos os outros clubes da Série A para se transferir.

Herói da vitória contra a Chapecoense na Arena Conda com um gol, Vinícius não foi opção do Rodrigo Santana para começar entre os titulares contra o Cruzeiro na Copa do Brasil e, mesmo o time precisando de gols e poder ofensivo, não teve oportunidade de entrar na partida. Líder de assistências na sua posição no Brasil ano passado, o jogador participou de 60 jogos com 12 gols e 11 assistências pelo Bahia.

Vinícius chegou ao Atlético no início do ano e tem contrato com clube mineiro até o fim do ano que vem. O jogador começou sua carreira no Paraná e teve passagens por clubes como Fluminense, Athletico-PR, Bahia, entre outros.

No duelo, contra o Botafogo, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, Vina mais uma vez mostrou seu poder de decisão ao marcar o gol que garantiu a vantagem do Galo para o duelo de volta, quarta-feira, 31 de julho, no Independência. 

O Atlético-MG está a um empate de seguir na Sula, alimentando o sonho de uma conquista internacional em 2019.