Barcelona de Guayaquil x Defensor

O Barcelona venceu dentro de campo, mas não se classificou por ter escalado um jogador irregular-Foto: Divulgação/Conmebol

Valinor Conteúdo
17/02/2019
17:06
Belo Horizonte

Se havia a mínima possibilidade do Atlético-MG jogar contra o Barcelona-EQU, ela foi “enterrada” pela Conmebol na manhã deste domingo. O clube equatoriano perdeu a ação que impetrou na entidade máxima do futebol sul-americano para reverter a eliminação da equipe no duelo contra o Defensor-URU.

O Barcelona foi denunciado pelos uruguaios pela escalação irregular de Sebastián Pérez no primeiro confronto entre as equipes-vitória no campo por 2 a 1 do Barcelona. A Conmebol acatou a denúncia do Defensor e declarou a equipe uruguaia vencedora por 3 a 0, cancelando o triunfo equatoriano.

No jogo de volta, em Guaiaquil. o Barcelona venceu por 1 a 0, insuficiente para inverter o resultado de 3 a 0. O Defensor foi confirmado na terceira fase preliminar da Libertadores e enfrentará o Galo nesta quarta-feira, dia 20 de fevereiro, em Montevidéu. O jogo de volta será no dia 27, em BH. Ambos os jogos serão às 21h30.

O Barcelona alegou que o clube clube não pode ser punido por questões alheias ao campo de jogo e responsabilizou a Federação Equatoriana de Futebol pelo não envio da documentação de Sebastián Pérez para a Conmebol .