Lisca sente que o acesso, principal objetivo do Coelho, está perto depois do time derrotar o CRB

Lisca teve propostas de outros times em 2020, mas preferiu seguir no Coelho-(Estevão Germano/América-MG)

Valinor Conteúdo
10/01/2021
18:28
Belo Horizonte

O América-MG goleou por 4 a 0 o Vitória-BA em casa, pela 33ª rodada da Série B, chegou aos 66 pontos e só não celebrou o acesso, porque matematicamente o quinto colocado, Juventude, que está com 52 pontos, ainda pode alcançar o time mineiro. Todavia, os gaúchos teriam de vencer os cinco jogos restantes e o Coelho perder todos. Logo, é uma probabilidade pequena da equipe mineira não estar na Série A de 2021.

A briga do América no momento é para conseguir o tricampeonato da Série B(venceu em 1997 e 2017) e iniciar um processo de negociação com seus principais jogadores e com o técnico Lisca, o comandante da campanha vitoriosa dos mineiros.

Com o contrato perto de vencer, Lisca se valorizou, teve propostas de outros times em 2020, mas preferiu concluir o trabalho no América. E, pela sua entrevista após o triunfo sobre os baianos, a permanência do treinador é uma possibilidade real no horizonte americano.

- O América é um clube que me deu muito espaço, me tratou muito bem, me acolheu muito bem. Queria agradecer a todos. Diretoria, funcionários, ao povo mineiro, que me acolhe muito bem. A mim e a minha família. Estamos muito bem, somos muito bem tratados. Então, cada ano que você cresce é importante para sua carreira. Acho que é um passo muito importante. Eu quis muito vir pro América. Fiquei nove meses parado, neguei 16 convites e acho que fiz a escolha certa, como o América também. Acho que esse casamento Lisca e América, Lisca e Salum deu muito certo. Sou muito grato ao Salum, porque foi o cara que bateu na mesa e falou "quero trabalhar com esse cara". Não ouviu muita fofoca, muito "mi-mi-mi". Olhou mais pelo lado profissional, do trabalho, e a gente está bem feliz-disse Lisca, que em seguida falou abertamente das intenções do Coelho com uma proposta de permanência.


VEJA QUAIS SERÃO OS PRÓXIMOS RIVAIS DO LÍDER COELHO NA SÉRIE B

-Eu estou feliz, o América está feliz, o Salum está feliz. Vamos ver, a gente está conversando pra renovação. Há um encaminhamento. Óbvio que vínhamos conversando, eu estava com um empresário, troquei de empresário, e o América estava com um gerente executivo que também saiu. Então, voltamos à estaca zero. Mas a proposta é bem legal, a gente pode melhorar um pouco ali, enxuga um pouco ali, aperta um pouco ali. Acho que vai dar coisa boa-afirmou.

Lisca revelou que para seguir no América-MG, o aval do presidente Marcus Salum será primordial, já que possuem uma ótima relação.

- Espero (que se resolva a situação), o Salum também está esperando a definição, tem eleição presidencial no América, quem será o presidente, como o Salum vai proceder na nova diretoria. Ele é um cara fundamental pra minha permanência aqui, já falei isso pra ele. Pra eu permanecer no América, preciso do aval do Salum. Vamos ver se isso vai acontecer - concluiu.