Mineiro 2020 ainda está indefinido e pode ter o Coelho como campeão sem uma final

O Estadual mineiro está  parado desde o dia 15 de março por conta da pandemia de coronavírus-(Bruno Cantini/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
17/06/2020
14:48
Belo Horizonte

A Federação Mineira de Futebol(FMF) definiu uma data para tentar retomar o Campeonato Mineiro: 26 de julho. A entidade levou uma proposta durante uma reunião com autoridades de saúde do estado, incluindo o secretário da pasta, Carlos Eduardo Amaral. A confirmação da data dependerá da liberação do Centro de Operações de Emergência em Saúde de Minas Gerais (COES-MG).

Estiveram presentes no encontro representantes dos departamentos médicos de América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro, além do presidente da FMF, Adriano Aro, e o diretor geral de Competições, Leonardo Barbosa.

No planejamento da federação, o campeonato seguirá seu formato original, concluindo as duas rodadas que faltam da fase de classificação e tendo as datas para a disputa das fases mata-mata, semifinal e final.

Na proposta também há a ideia que os jogos aconteçam em uma única cidade e com portões fechados, com rodadas no meio e no final de semana, com o torneio acabando no dia 12 e agosto. Aro falou sobre a ideia de volta no mês de julho.

- A ponderação que foi feita pela secretário de saúde do estado é que são necessários alguns ajustes naquele protocolo que foi apresentado pela Federação Mineira de Futebol. Seria necessário também aguardarmos a data entre o dia 15 e 20 de julho, que pode ser um período mais crítico para o estado de Minas Gerais, mas ele se demonstrou aberto em termos jogos oficiais a partir dia 26 de julho.

O Coes fará análises e eventuais ponderações e eventuais sugestões ao nosso protocolo e posteriormente teremos o documento fechado, com o ''ok'' do estado para o retorno dos jogos do Campeonato Mineiro.

Se houver aprovação do COES, a Federação Mineira irá se reunir com médicos de todos os clubes do campeonato para alinhar o novo protocolo de segurança para as disputas.

Rodrigo Lasmar, médico do Atlético-MG, falou em nome dos médicos de clubes e comentou que o protocolo pode atender às exigências de segurança de saúde, dando argumentos para autorizar a volta do Estadual.

- Acho que temos os argumentos para que isso aconteça. Então, a ideia era apresentar um projeto onde exista uma segurança. Agora eles vão analisar, e nós, enquanto médicos, vamos contribuir com o que puder ser feito para que sejam cumpridas todas as deliberações. Nós vamos nos adaptar às demandas deles. A Federação apresentou um protocolo, guardada as devidas considerações, e caso existam necessidades nós vamos ajustar a parte médica, e aí voltamos, se Deus quiser.

Situação dos clubes do interior

Ainda em sua fala, Adriano Aro afirmou que as equipes do interior já foram avisadas sobre a ideia de retorno no dia 26 de julho e que os times se mostraram favoráveis, apesar de a maioria nem ter jogadores para colocar em campo devido a crise financeira.

-Eu conversei com os 12 clubes que disputam o Campeonato Mineiro e todos os presidentes estão cientes dessas condições. Antes de vir conversar com o secretário de Estado, eu falei aos clubes qual era a proposta da Federação. Todos se mostraram favoráveis e disseram estar aptos. Aqueles (clubes) que já desfizeram (o elenco), muitos têm acordos com seus atletas e estão prontos para, tão logo seja fixada essa data de realização das partidas oficiais, convocar seus atletas e retomar os treinamentos para que possam estar aptos para o dia de realização dos jogos- disse Aro.