O Coelho perdeu muitos gols, mas ainda assim conseguiu vencer mais uma na Série B

O Coelho perdeu muitos gols, mas ainda assim conseguiu vencer mais uma na Série B-(Mourão Panda/América-MG)

Valinor Conteúdo
05/12/2020
19:21
Belo Horizonte

O América-MG derrotou o CSA por 1 a 0, gol de Ademir, fora de casa, neste sábado, 5 de dezembro, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Coelho segue vice-líder da competição, agora com 47 pontos, quatro a menos do que a líder Chapecoense. O CSA caiu para a oitava posição, se mantendo com 38 pontos na classificação, se afastando do G4.

A equipe mineira abusou do direito de perder gols, incluindo uma penalidade desperdiçada por Rodolfo. O placar poderia ter sido outro se o América não tivesse sido tão incompentente na hora de finalizar, permitindo uma pressão na fase final do jogo pelo azulão em busca do empate.

E, o time alagoano colaborou bastante, inclusive no gol de Ademir, com várias falhas defensivas, proporcionando diversas chances de gol para o Coelho.

Se os tentos perdidos não fizeram falta contra o CSA, em outros momentos do campeonato, podem definir se o América irá ou não conseguir o acesso à Série A.

Próximos jogos

O América-MG encara o Sampaio Corrêa na terça-feira, 8 de dezembro, às 19h15, no Independência. Já o CSA terá pela frente o Confiança, fora de casa, também na terça, só que às 21h30.

FICHA TÉCNICA

CSA 0 X 1 AMÉRICA-MG
Data-Horário: 5 de dezembro, às 18h30
Estádio-Local: Rei Pelé, Maceió(AL)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus(RJ)
Assistentes: Thiago Rosa de Oliveira e Thiago Gomes Magalhães(Ambos do RJ)
Cartões amarelos: Rodolfo(AME), Bruno Grassi(CSA)
Cartões vermelhos:-

Gol: Ademir, aos 8’-1ºT(0-1)

CSA: Bruno Grassi; Diego Renan, Lucas Dias, Luciano Castán e Rafinha(Cedric, aos 16’-2ºT); Marquinhos(Rodolfo Filemom-intervalo), Nadson(Andrigo, aos 28’-2ºT), Gabriel; Rone(Pedro Lucas, aos 28’-2ºT), Rodrigo Pimpão(Rafael Bilu, aos 16’-2ºT) e Paulo Sérgio. Técnico: Mozart



América-MG: Matheus Cavichioli, Daniel Borges, Messias, Anderson Jesus e João Paulo(Sávio, aos 41’-2ºT); Flávio, Juninho e Alê(Léo Gomes, aos 41’-2ºT); Felipe Azevedo(Calyson, aos 27’-2ºT), Rodolfo(Felipe Augusto, aos 24’-2ºT) e Ademir(Léo Passos, aos 28’-2ºT). Técnico: Lisca.