Martin Silva se destaca no clássico entre Flamengo e Vasco (Foto: Andre Borges/AGIF)

Guerrero e Rodrigo foram a julgamento por lance no clássico entre as equipes (Foto: Andre Borges/AGIF)

LANCE!
12/04/2016
19:33
Rio de Janeiro (RJ)

A terça-feira foi movimentada no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ). Rodrigo, do Vasco, e Guerrero, do Flamengo, que discutiram e se provocaram durante boa parte do jogo entre as equipes no fim do mês passado, em Brasília, além do zagueiro Jomar, também do Cruz-Maltino, que levou cartão vermelho mesmo estando no banco de reservas, foram a julgamento. Pior para os vascaínos: Rodrigo foi punido com um jogo e por ora está fora da "decisão" da Taça Guanabara, domingo, contra o Fluminense, em Manaus. O advogado do Vasco estudará efeito suspensivo.

Já Guerrero, do Flamengo, único que compareceu ao tribunal para prestar esclarecimentos, foi apenas advertido e está liberado para entrar em campo diante do Bangu, no domingo, também pela última rodada da Taça Guanabara. Outro jogador do Vasco no julgamento, Jomar foi punido com um jogo, mas por já ter cumprido, está livre para atuar no fim de semana.

Vale lembrar que Guerrero deu uma cotovelada no rosto de Rodrigo após provocações do vascaíno, ainda no primeiro tempo do encontro, foi denunciado no artigo 254-A por agressão física pela procuradoria do tribunal. O ato podia lhe render uma punição de quatro a 12 partidas.

Já Rodrigo foi enquadrado no artigo 258 (conduta contrária à disciplina) e podia pegar um gancho de até seis jogos no julgamento. O também zagueiro Jomar foi enquadrado no artigo 243-F (ofender alguém em sua honra) e podia pegar de quatro a dez jogos de suspensão.