Final Campeonato Carioca - Vasco x Botafogo (Foto:Wagner Meier/LANCE!Press)

Final Campeonato Carioca - Vasco x Botafogo (Foto:Wagner Meier/LANCE!Press)

Igor Siqueira
09/05/2016
07:25
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Jorginho não quer saber de euforia no Vasco por muito tempo. Ganhar o Carioca de forma invicta foi especial, ele não, nega, mas fez um apelo público à diretoria em prol de reforços e renovações contratuais visando à disputa da Série B do Brasileiro, realidade cruz-maltina a partir de sábado.

Entre as incógnitas do elenco, inclusive, está o herói do título, o zagueiro Rafael Vaz, cujo vínculo se encerra em 6 de junho.


- Já estamos tendo conversas internas sobre algumas possibilidades. Sabemos o quanto queremos alcançar. Para isso, precisamos de grupo de qualidade, contratações pontuais. Mas é uma pauta que vamos fazer nessa viagem. Vamos ficar de terça a sábado fora. Serão contratações bem pontuais. O mais importante é manter os que estão terminando contrato, como o próprio Vaz, Diguinho e Riascos. Queremos contar muito com eles, a diretoria sabe disso. Peço todo o esforço para que eles permaneçam - afirmou Jorginho, que ainda revelou o bastidor de pouco antes da entrada do defensor, autor do gol, no clássico contra o Botafogo:

- O Vaz aqueceu, estava agachado, amarrando a chuteira. E falei parra ele: "Não imaginava te colocar. Deus te separou para esse momento Vai lá e define esse jogo". E ele definiu.

Mas, em meio às comemorações no gramado, o zagueiro revelou que a conversa pela renovação nem sequer começou.

- Não fui procurado ainda, nem meu procurador. Mas vou trabalhando. Enquanto tiver vestindo a camisa do Vasco, vou honrar ela da melhor maneira possível. Eu não me meto, tenho que continuar fazendo minha parte dentro de campo - disse Vaz.