Final Campeonato Carioca - Vasco x Botafogo (Foto:Paulo Sergio/LANCE!Press)

Final Campeonato Carioca - Vasco x Botafogo (Foto:Paulo Sergio/LANCE!Press)

Igor Siqueira
08/05/2016
20:11
Rio de Janeiro (RJ)

Muita coisa aconteceu para o Vasco desde 17 de agosto de 2015. Esse dia foi o primeiro de Jorginho como treinador do cruz-maltino, que perdia um jogo atrás do outro no Brasileirão. Em 8 de maio de 2016, esse mesmo Vasco conseguiu ser campeão carioca invicto, ostentando uma marca de seis meses sem perder um jogo sequer. Essa virada de patamar é que o técnico Jorginho valorizou na coletiva após o empate por 1 a 1 que garantiu a conquista do Estadual.

- O Vasco virou chacota, mas recuperamos a honra do time - afirmou o treinador, que ressaltou o trabalho de toda a comissão técnica e dos jogadores:

- Foi a concretização de um trabalho desde o ano passado. Cheguei no olho do furacão, mas conseguimos construir o trabalho junto com os jogadores, eles são a razão da conquista. Eles entenderam a metodologia, recuperaram a credibilidade, confiança em si e no grupo.

Jorginho ainda ressaltou que não há briga de egos no elenco cruz-maltino, ainda que um jogador tenha mais holofote que o outro.

- Essa conquista é da humildade e simplicidade. Entendemos que não somos aquela grande equipe, maravilhosa. Apesar de termos o Nenê. Mas fizemos sim um grande campeonato. Entendemos que tínhamos deficiências e precisávamos supri-las - afirmou o treinador.

Em uma atitude de cavalheirismo, o técnico do Vasco parabenizou o oponente botafoguense pela final considerada de alto nível.

- Queria parabenizar, cumprimentar o Ricardo Gomes pelo excelente trabalho que ele realizou no Botafogo. É um grande amigo. Estou muito feliz de vê-lo recuperado e trabalhando. Ele é merecedor, fez um excelente trabalho. Fizemos uma final digna, de dois clubes grandes - comentou Jorginho.